Uma escola particular provocou a maior polêmica entre os internautas. O pedido inusitado deixou os pais totalmente indignados na cidade de Itajaí, no estado de Santa Catarina. O colégio solicitou que os alunos fossem vestidos como ‘favelados do Rio de Janeiro’ durante um evento produzido pela escola.

No bilhete enviado para os pais dos estudantes, a equipe docente do 4º ano do ensino fundamental pediu para que os alunos fossem caracterizados como favelados cariocas. A reação dos pais foi de grande revolta com o ‘convite’ enviado pelo colégio Fayal.

Willian Domingues, pai de um dos alunos, falou durante entrevista ao site de notícias G1, que a indignação foi geral.

Publicidade
Publicidade

Inclusive, ele realiza um trabalho há aproximadamente 20 anos sobre a cultura do hip-hop. Willian ainda afirmou que luta contra qualquer tipo de preconceito e ensina isso para os filhos dentro de casa. Depois da #Polêmica gerada em torno do convite, o colégio se retratou e pediu desculpas, afirmando aconteceu um mal-entendido no momento do envio dos bilhetes.

O filho de Willian relatou para o pai que a professora teria feito uma divisão entre os alunos da sala. Metade da classe iria vestida de favelados do Rio de janeiro, a caracterização seria bermudas, chinelos, óculos escuros e usar boné. Já a outra metade se vestiria de médicos, empresários, numa tentativa de demostrar o outro lado da cidade. Esse relato foi feito pelo pai do estudante em seu perfil nas redes sociais.

A diretoria da escola disse que o evento acontece anualmente e que neste ano a festa de integração entre os alunos teria como tema Cidadania Solidária.

Publicidade

A direção afirmou ainda que no primeiro semestre foram trabalhadas as questões sociais com os estudantes e que, infelizmente, o que aconteceu foi um erro em relação às palavras escolhidas no bilhete que foi enviado aos pais.

A escola emitiu um comunicado através da internet pedindo desculpas pelo ocorrido e afirmou que não era intenção estereotipar e que o objetivo era mostrar os movimentos de cidadania. A direção ainda ressaltou que, mesmo tentando explicar o fato, eles reconhecem que foi inadequada a frase usada, sendo considerado inaceitável tudo que aconteceu. A escola reafirmou seu compromisso educacional e que busca atividades que possam agregar coisas boas junto à comunidade.

Segundo informação da escola, o evento será realizado no próximo sábado 1º de julho e a atividade teve como inspiração a música dos Paralamas do Sucesso, Alagados. Um dos trechos da música cita a Favela da Maré, considerada uma das grandes favelas do Rio de Janeiro, onde atualmente moram aproximadamente 130 mil pessoas.

Apesar da indignação da maioria, alguns pais de alunos tiveram opiniões diferentes sobre a polêmica. Alguns afirmaram que não viram nada demais no bilhete enviado pela escola e não enxergaram a situação como sendo preconceituosa. #Educação