Neste fim de semana, uma campanha acabou mobilizando as redes sociais e dividindo opiniões. Ela tenta arrecadar pelo pelo menos R$ 15 mil para um adolescente acusado de roubo e que teve a testa tatuada com a frase "eu sou ladrão e vacilão". A campanha, segundo dados do jornal Extra, em matéria publicada neste domingo (11), tenta arrecadar o dinheiro para que o jovem retire a tatuagem da testa, mas, até agora, já conseguiu arrecadar mais de R$ 11.500. Muita gente chamou a ação para uma suposta inversão de valores e ficou chateada com a arrecadação.

"É um absurdo o que essa imprensa está fazendo. Inversão de valores. Quem deve ser preso é o ladrão.

Publicidade
Publicidade

Não as pessoas de bem", disse um internauta, ao comentar o caso.

Ladrão é alvo de tortura e tem testa tatuada com a frase 'Sou ladrão e vacilão'

O gesto acabou chamando a atenção nas redes sociais. O jovem desapareceu logo depois de ter a cabeça tatuada. O ato da tatuagem ocorreu no dia 31 de maio, mas o rapaz acabou sendo encontrado neste sábado (10). A família chegou a dizer que acreditava que ele teria ficado muito envergonhado com o ato e que, por isso, todos sumiram do local. O rapaz foi encontrado caminhando pelas ruas da cidade de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

A campanha para arrecadar dinheiro acabou começando neste final de semana. Após o rapaz ser encontrado, ele foi levado para prestar depoimento em uma delegacia policial, onde deu detalhes sobre tudo o que aconteceu.

Publicidade

Além de ser tatuado na testa, ele teve um vídeo que mostra toda a tortura sendo divulgada na internet. A sequência deu o que falar e muita gente apoiou o tatuador e um vizinho, que cometeram o ato.

Jovem nega que tenha cometido roubo e reclama de tortura

O rapaz menor de idade, que é viciado em drogas, acabou sendo vítima de Ronildo Moreira de Araujo, de 29 anos, e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27. No entanto, ele nega que tenha cometido qualquer roubo e informou que não pegou a bicicleta de um homem. No vídeo da tortura que caiu na internet, os homens acusam o rapaz de ter roubado um deficiente físico, que nem teria perna. Tanto o tatuador, quanto o vizinho acabaram sendo presos. Eles podem ficar até oito anos na cadeia por efetuar e filmar a tortura. Os dois ainda não falaram com a imprensa sobre os motivos que os levaram a cometer a #tatuagem na testa do rapaz. A ação viralizou.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade. #Crime #Investigação Criminal