Um caso tomou conta da internet nesse fim de semana. Uma rapaz foi acusado de roubar a bicicleta de um deficiente físico e, em seguida, teve o seu rosto tatuado. O vídeo da agressão [VIDEO]foi todo filmado e as imagens acabaram sendo divulgadas na internet. O homem que teria a bicicleta roubada foi identificado como Ademilson de Oliveira, de 31 anos. Em entrevista, Ademilson diz que não estava no local quando o suposto roubo aconteceu e que é contra a ação tomada pelo tatuador e pelo vizinho da região, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Em entrevista ao G1, o deficiente explicou que sequer conseguiu dormir ao saber da informação.

Deficiente tem vida simples e fala da tatuagem 'Sou um ladrão e vacilão'

Ademilson contou que tem uma vida simples e que vive de vender coisas no sinal.

Publicidade
Publicidade

Com o dinheiro recebido, ele segue a vida. Para ele, tudo poderia ser resolvido com o garoto utilizando um simples puxão de orelha e que a atitude tomada pela dupla foi extrema. O vídeo mostra o tatuador e seu vizinho amarrando um jovem à uma cadeira. Ambos fazem questão de gravar toda a cena, que causou verdadeiros arrepios nas redes sociais. Os dois homens acabaram sendo presos pela ação. A polícia efetuou a prisão em flagrante e ambos foram acusados das ações graves contra o rapaz. A dupla pode ficar de três a oito anos em detenção.

Dono da bicicleta diz ser contra tortura ao rapaz

De acordo com o dono da bicicleta, que acabou virando uma espécie de pivô do #Crime, ele não estava no local quando a bike teria sido furtado. Ele disse que fiquei pasmo com tudo o que aconteceu e que seu estado de choque dura até o momento.

Publicidade

O homem ainda revela que, caso tivesse no local da ação, não teria deixado que fizessem o ato contra o jovem, que seria usuário de drogas. Ele garante que o mais adequado era dar um tapa na orelha do rapaz ou então chamar a polícia. O dono da suposta bicicleta roubada ainda chama a tatuagem no rosto do adolescente de 17 anos de grande barbaridade.

Vaquinha arrecada ultrapassa os R$ 17 mil

Ele lembrou que o menino pode ser morto por conta da tatuagem e que a mãe dele, provavelmente, estaria muito abalada com a situação. Segundo Ademilson, para completar, a bicicleta estaria quebrada. Uma vaquinha feita na internet tem como objetivo arrecadar dinheiro para retirar a frase da testa do jovem. Inicialmente, o objetivo era arrecadar cerca de R$ 14 mil, mas os resultados foram bem melhores.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo. #Investigação Criminal