Suzane Von Richtoffen é uma das criminosas mais famosas do país. A moça foi acusada de arquitetar o brutal assassinato dos seus pais em 2002, com a ajuda de Daniel e Christian Cravinhos, namorado e cunhado, na época. O caso chocou o país, e se tornou capa dos maiores jornais, além de ganhar repercussão internacional.

Segundo divulgado recentemente pelo site da Revista Veja, Suzane e o namorado visitaram um pastor evangélico durante uma das saídas dela da prisão, e Susana agora tem novos planos para o seu futuro.

O casal está atuando como missionários na igreja, e para isso eles tiveram que confessar seus maiores pecados, e se comprometeram a não cometer os mesmos erros novamente.

Publicidade
Publicidade

O pastor Euclides Vieira, responsável pela igreja em que eles estão congregando, assegura que Suzane está no caminho da fé.

A ideia é que a loira se torne uma pregadora da palavra divina, visitando locais pouco acessíveis como prisões e centros de reabilitação para dependente químicos. #Suzane Von Richtoffen será, então, uma pastora.

Questionada pelo pastor se está preparada para encarar o duro julgamento da sociedade, que sabe o que Suzane fez, e condena veementemente o #Crime, o pastor disse que a moça demonstrou muita segurança.

Ela declarou que vai fazer isso por Deus, e que está preparada para aguentar as ofensas e represálias da sociedade.

Polêmicas

Ela recebeu o indulto de saída no dia das mães, o que gerou revolta em muitas pessoas, que consideram a situação no mínimo irônica, considerando que Suzane é órfã por conta do próprio crime.

Publicidade

O mesmo deve acontecer em agosto, durante o dia dos pais, e será a primeira data em que ela visitará uma instituição para realizar a sua pregação em nome de Deus.

Devido a sua boa conduta, Suzane desfruta de várias regalias como saídas em datas comemorativas, e encontros com o noivo, o empresário Rogério Olberg.

Depois de ter ajudado no assassinato dos próprios pais, Suzane se tornou uma estrela

Suzane, que chegou a participar do enterro dos pais antes de ser tida como suspeita, e mais tarde confessou a sua participação no crime, contando que ela e o namorado passaram meses arquitetando a ação que levaria ao assassinato do casal Manfred e Marísia von Richthofen.

Por conta de sua cumplicidade no crime, a moça foi condenada a 39 anos de prisão, e cumpre pena em uma casa de segurança máxima no interior de São Paulo.

Ter se tornado a presa mais famosa do país fez com que Suzane perdesse a sua privacidade. Recentemente ela foi flagrada por uma jornalista sofrendo assédio de possíveis admiradores.

Algumas pessoas chegaram a tirar fotos e selfies ao lado dela, enquanto Suzane tentava almoçar com o noivo em um restaurante durante um passeio. A notícia informando que a criminosa se torno uma espécie de ídolo tomou conta da internet e foi questionada por muita gente.

As imagens de Suzane com os seus supostos “fãs” foram feitas nas cidades de Itapeva e Angatuba. #Famosos