Recentemente, um caso criminal mexeu com o Brasil. O tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27 anos, acabou se irritando com um #Crime que ele garante ter acontecido. Maycon, que também é músico, diz que um viciado em drogas, de 17 anos, teria furtado a bicicleta de um deficiente físico.

Com raiva e de modo a dar uma espécie de lição, ele decidiu fazer uma tatuagem na testa do garoto. Ele escreveu a frase ’’Sou Ladrão e Vacilão’’ e no mesmo dia acabou sendo preso. Além do tatuador, um vizinho também participou da ação. Ambos foram presos. Mas afinal, o que aconteceu com o tatuador e o menor infrator uma semana após o crime?

Garoto recebe tratamento em clínica particular e família ganha pequena bolada

O crime mexeu com a opinião pública.

Publicidade
Publicidade

Alguns até concordaram com o fato do desenho na testa do rapaz. Outros preferiram dizer que #Violência somente gera violência e decidiram ajudar o menor de idade.

Ele realmente passa pelo vício em droga e, por isso, acabou sendo levado para um clínica particular de reabilitação. Tudo pago pela própria clínica. Ela foi uma das duas que quis ajudar o garoto na grande São Paulo. O menor de idade já havia ficado internado antes, mas acabou fugindo. Dessa vez, a clínica é murada e tem sistema contra fuga.

Além disso, uma vaquinha virtual chegou a ser feita com o objetivo de tirar a tatuagem da testa do rapaz. Já se sabe que a marca deve demorar pelo menos um ano para ser retirada. Cerca de R$ 20 mil foram arrecadados na internet.

O dinheiro não será necessário, pois centros de estéticas toparam fazer tudo absolutamente de graça.

Publicidade

Por isso, a quantia ficará revertida à família do rapaz, que espera que após esse triste momento, ele se recupere.

Tatuador é ajudado pelos amigos, que se dizem surpresos com sua ação

Em entrevista ao portal de notícias R7, Marcos Andrade, amigo do tatuador, disse que Maycon cometeu um crime. Apesar de ter feito o ato, o amigo garante que isso não significa que ele é um criminoso.

Ele revela que tudo não passou de uma fatalidade. Nesta segunda-feira (19), o advogado contratado a partir de uma vaquinha feita por amigos decidiu entrar com uma ação por lesão corporal grave, tentando assim mudar o motivo para que o seu cliente fosse preso.

A polícia acabou prendendo o homem por tortura. Caso consiga reverter o tipo de crime, o tatuador vai poder aguardar o julgamento em casa. O crime de tortura pode gerar até oito anos de detenção.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante. #EuSouLadradoEVacilao