A infidelidade continua sendo ainda nos dias de hoje um assunto polêmico. Existem vários motivos para uma pessoa ser infiel, mas no final todos contam a mesma história ou a mesma desculpa: a insatisfação pessoal. Quando um membro do relacionamento está se sentindo insatisfeito, geralmente ele resolve dá uma escapadinha. Mas essas escapadas às vezes podem trazer consequências, muitas vezes, violentas, e por que não dizer, até o fim da união.

Um caso explodiu essa semana na internet. Uma #Vereadora de uma pequena cidade de Ipueiras, interior do Ceará, cuja população não passa de 37.862 habitantes, foi #flagrada em #momentos íntimos com o marido de uma amiga.

Publicidade
Publicidade

Os dois foram parar na cama após participarem de uma comemoração.

Segundo algumas informações do site 24 Horas News, acontecia uma festa na casa da mulher que foi traída. No momento que acontecia a comemoração, a traída teve que ficar ausente por conta de um problema pessoal. Porém, quando ela voltou para casa, flagrou toda cena e resolveu partir para agressão. Para o marido, foram agressões verbais,, mas contra a suposta amiga ela partiu para agressão física.

Enquanto a mulher soltava o verbo sobre o adultério do marido, a vereadora, conhecida como Indira Pereira, vestia sua calcinha muito assustada e com o rosto todo inchado por conta da surra que levou. Mas não parou por aí. A esposa traída resolveu gravar um vídeo do flagra da traição, que, como é de costume, viralizou na internet.

O vídeo, ganhou uma dimensão muito grande na cidade e redondeza, tanto que a vereadora Indira Pereira resolveu se pronunciar e lançou uma nota nas redes sociais falando que ela tinha sido vítima de uma agressão.

Publicidade

Ela acusou a esposa do amante e informa que tomou as medidas cabíveis contra a mulher traída.

Nota

"Amigos Ipueirenses: minha vida foi devastada publicamente nas redes sociais nas últimas horas. Tudo por um fato criminoso que aconteceu na minha vida íntima. Fui atacada violentamente na noite de sábado enquanto estava dormindo. Sofri várias lesões pelo o corpo e alguma de natureza grave. Só não aconteceu um homicídio por que a pessoa que estava comigo conseguiu evitar que o pior acontecesse" desabafa a vereadora.

Ela continua dizendo que está com um laudo médico e que já denunciou a suposta agressora e que confia na justiça. "Agradeço a Polícia Militar da cidade de Ipueiras que me prestou apoio nesse momento conturbado da minha vida. Agradeço também a Deus e a toda minha família que sempre estiveram ao meu lado", comenta Indira.

"Vou permanecer forte e nada vai impedir meu trabalho continuo firme: Vereadora Indira Pereira".

Nas redes sociais, ela foi muito criticada pelo os internautas. Afinal, ela tem ou não tem razão nesse caso? Como uma pessoa traída deve se comportar em uma situação dessa? Comente.