Um #Vídeo que vem circulando massivamente pelas redes sociais, mostra um homem prendendo seu pênis em uma mesa com um grampeador. A cena por si só já é ridícula e bastante bizarra, contudo, ela ainda ganhou mais notoriedade porque o homem em questão é um político, trata-se de um dos vereadores mais votados da cidade de Witmarsum, localizada em Santa Catarina a aproximadamente 271 km de Florianópolis, capital do estado.

De acordo com o portal de notícias online Metrópoles, o #vereador identificado como Marcos Montibeller (PMDB), 29 anos, protagonizou um vídeo de gosto bastante duvidoso, que se espalhou nas redes sociais através do WhatsApp e acabou viralizando na Web.

Publicidade
Publicidade

Nas imagens é possível ver o vereador em uma mesa que parece ser de um bar, onde aparecem copos e pratos vazios. É nesta mesa que ele permite que uma pessoa utilize um grampeador, destes utilizados em escritório, para prender o seu pênis no móvel.

Pagamento de uma aposta

Ao que parece, o vereador estava pagando uma aposta que ele perdeu, certo é que parecia estar embriagado e cercado de amigos, quando decidiu pagar a aposta. As pessoas que estão com ele dão boas risadas ao ver o homem colocar seu órgão genital sobre a mesa e grampeá-lo.

O parlamentar chega a dar uns grunhidos de dor, mas começa a dar gargalhadas em seguida. Depois é possível ver que ele utiliza uma chave de fenda e um garfo para conseguir despregar o pênis da mesa. É claro que as imagens iriam parar nas redes sociais e chocaram os eleitores da cidade de Witmarsum, que se disseram envergonhados com a atitude do parlamentar.

Publicidade

Assista o vídeo onde é possível ver as cenas lastimáveis do vereador cumprindo a promessa, vale ressaltar que não há imagens explicitas:

Repercussão

A população de Witmarsum acredita que é preciso punir o vereador por tal atitude, na primeira reunião, que aconteceu na noite de segunda-feira (20), os parlamentares não colocaram o assunto na pauta da Câmara Municipal da Cidade.

Procurado pela imprensa, Marcos Montibeller não quis se pronunciar sobre o caso, apenas chegou a dizer que vai ser candidato a deputado federal nas próximas eleições. A equipe de reportagem chegou a ser ameaçada pelos familiares e correligionários do parlamentar. A equipe buscou auxílio da Polícia Militar para dar continuidade à reportagem.

Os demais parlamentares alegaram que ainda não analisaram o vídeo e que por isso ainda não poderiam se pronunciar sobre o assunto. Não é possível saber se tal atitude pode colocar o mandato do vereador em risco, ou seja, provavelmente ele não será caçado.

Você acha que o vereador deve perder seu mandato por ter cumprido esta aposta?

Deixe sua opinião nos comentários. #Política