Um homem foi acusado de sequestrar #duas crianças de apenas 3 e 4 anos, respectivamente, e manter as vítimas dentro de um buraco. O crime aconteceu em uma pequena cidade do interior do Ceará. A polícia já prendeu o suspeito que está em uma delegacia de Cascavel.

A polícia está à espera de um exame de corpo de delito para averiguar se aconteceu algum #crime sexual. O homem foi detido e deverá responder por crimes de sequestro e também cárcere privado, se o laudo acusar algo, ele deve ser também indiciado por #Estupro. A prisão do acusado aconteceu na terça-feira (6).

Familiares e vizinhos logo após perceberem o sumiço das duas crianças iniciaram uma busca desesperada na tentativa de encontrar as vítimas.

Publicidade
Publicidade

Elas teriam sumido de dentro de casa. A polícia foi comunicada e logo intensificou as buscas que se estenderam em todo o bairro Mirante da Serra.

Então, por volta das 10h, elas foram encontradas chorando e gritando dentro de um buraco, próximo há uma casa abandonada em construção. As crianças foram levadas para junto dos familiares que se encontravam na delegacia.

Segundo algumas denúncias colhidas pelo policiais, as crianças foram levadas por um vizinho da família. Wellington de Souza, de 34 anos, foi encontrado em um Centro de Atendimentos Psicológicos (CAPS), da cidade de Cascavel, no Ceará. De acordo com as investigações, ele teria deixado as pequenas vítimas dentro do buraco e, em seguida, dirigiu-se ao CAPS.

Para a delegada titular, os indícios eram suficientes para lhe atribuir o crime.

Publicidade

"O acusado foi encontrado com as roupas sujas de barro e as suas unhas estavam cheias de lama, mas, mesmo assim, disse que não teve contato com as vítimas", relata a delegada. O homem disse ainda que suas unhas estavam sujas devido a uma cacimba.

Familiares do acusado afirmaram que Wellington sofre de esquizofrenia, e que ele não foi interditado pela Justiça e, por isso, pode ser capaz de responder pelas acusações contra ele. Segundo a delegada, o homem avistou as pequenas brincando na rua e as levou para uma casa que está sendo construída a 50 metros de onde mora.

Ele retirou as vestes e em seguidas jogou as duas inocentes em buraco da fossa, onde praticou atos libidinosos, e não concluiu sua ação por que as crianças começaram a chorar.

O suspeito permanece preso e aguarda o procedimento da Justiça. Já as vítimas e a família vão ser acompanhadas pelo junto ao Conselho Tutelar da região. A sociedade exige que seja feita Justiça.