Considerada uma das criminosas mais frias do país, #Suzane Von Richthofen, atualmente com 33 anos, foi acusada em 2002, de planejar o duplo homicídio de seus pais, Manfred von Richthofen e Marísia von Richthofen. O crime, que foi executado na casa das vítimas por, Daniel Cravinhos, namorado de #suzane na época e o irmão dele, Christian Cravinhos, enquanto o casal dormia. O fato ganhou repercussão internacional e estampou os principais jornais e revistas do país.

Suzane, que pertencia a uma família tradicional de alto poder aquisitivo de São Paulo, era a filha mais velha do casal bem sucedido, que também eram pais Andreas von Richthofen, que na época do assassinato e prisão da irmã, tinha apenas 15 anos ,e assistiu a família desaparecer diante de seus olhos.

Publicidade
Publicidade

Presa desde que completou 19 anos, Suzane segue detida na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, região do Vale do Paraíba, onde cumpre pena de 39 anos de prisão por arquitetar e comandar a morte dos pais.

Considerada uma detenda de bom comportamento, ela participa constantemente das atividades sociais da penitenciária e usufrui atualmente do benefício das saídas temporárias em datas comemorativas, cedidas às detentas que cumpriram parte da pena e não são consideradas risco à sociedade.

Suzane, que atualmente está noiva de Rogério Olberg, de 38 anos e planeja no futuro se casar e formar uma família, é agora uma mulher evangélica, que participa de cultos religiosos e crê em Deus acima de tudo. Participante da Igreja do Evangelho Quadrangular de Itapetininga, Rogério buscou o responsável pela instituição religiosa no interior de São Paulo, o pastor, Euclides Vieira, para receber junto à sua noiva Suzane, aconselhamento à respeito de projetos missionários.

Publicidade

O pastor evangélico, que cedeu uma entrevista à equipe de jornalismo do site, G1, que conhece Olberg desde 2005, é também membro de sua igreja. Indagado sobre Suzane, Euclides, afirmou que mantém contato com ela desde 2016, quando foram apresentados por Rogério em uma das saídas temporárias da detenta. Quando questionado sobre o comportamento, e crime o cometido por ela, o religioso afirma: ''ela é merecedora de uma segunda chance.''.

Ainda sobre Suzane, o pastor Euclides declarou: ''em maio, durante sua saída temporária, de 'Dia das Mães', nós tivemos uma conversa séria, e ela olhando em meus olhos revelou o desejo de se tornar missionária, alegando que ela queria poder falar de Deus para as pessoas e mostrar como Jesus a mudou.'' Após a revelação, ela me pediu para instruí-la pelo melhor caminho e eu como pastor, afirmei que a apoiaria e indicaria o caminho a seguir.''

Procurada, a advogada de von Richthofen não comentou o assunto. #Suzane matou os pais