Um dos crimes que mais movimentou o país foi a morte da menina Isabella Nardoni. A garota foi assassinada em 2008, quando foi jogada de um prédio de luxo pelo seu pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá. O #Crime chocou o país e desde então, a mãe da garota, Ana Carolina Oliveira, tenta preservar a memória da garota. Nesta segunda-feira (17), uma notícia envolvendo Jatobá deixou a mãe de Isabella realmente revoltada e muitos brasileiros perplexos. A assassina da menina foi solta do regime fechado e ficará no regime semiaberto. Ela agora poderá ficar com seus filhos.

'Chocada, arrasada', diz mãe de Isabella Nardoni sobre madrasta da menina ir para semiaberto

Até então, Jatobá estava no mesmo presídio que Suzane Von Richthofen.

Publicidade
Publicidade

A prisão fica em Tremembé, no interior de São Paulo. Jatobá ficou condenada a mais de 26 anos de prisão. O marido dela ficará preso, ao todo, segundo sua pena, a mais de 30 anos de detenção. A dupla sempre fez as negativas do crime e alega até hoje que uma possível terceira pessoa possa estar envolvida em tudo o que ocorreu com Isabella. A primeira saída da prisão de Jatobá já deve acontecer no mês que vem, em agosto. A previsão, no entanto, é que ela, assim que tiver um emprego, consiga o benefício de poder trabalhar. Assim, ela pode ou não ter que dormir na cadeia, mas passar o dia na rua.

'Esperança que não acontecesse', diz mãe de Isabella, após decisão polêmica da Justiça

A mãe da menina Isabella, Ana Carolina Oliveira, comentou a situação. Ela disse que sempre esperou que isso jamais acontecesse, pois ninguém merecia isso.

Publicidade

A mulher, que tenta viver com a dor da perda da filha, diz que a soltura é uma fatalidade, uma atrocidade, um verdadeiro absurdo, especialmente diante do crime que Jatobá cometeu. Por enquanto, Jatobá vai deixar a cadeia cinco vezes por ano, em datas comemorativas. A mãe de Isabella Nardoni alega que ninguém comete um crime tão grave quanto esse e fica tão pouco tempo preso. Ela revelou que se sente penalidade com tudo.

Jatobá alega que tem o direito de recomeçar: 'Quero Estar com meus filhos'

Jatobá, em se pedido de "relaxamento de pena" feito à Justiça alega que tem o direito de recomeçar. Ela fala em ajudar as pessoas e de até colocar o seu lado espiritual em vigor. Além disso, Anna diz que quer ficar perto dos filhos, hoje com 10 e 12 anos, e criá-los. Os menores nem se lembram do tempo em que os pais foram presos. Nas redes sociais, o nome dela virou um dos mais comentados. #Investigação Criminal