Algumas mortes chocam muitas pessoas pela forma com acontecem, ainda mais quando acontecem com jovens que perdem a vontade de viver. Umas dessas mortes chocou o Brasil inteiro na última semana quando, na quarta-feira (26), uma #Jovem de apenas 19 anos de idade resolveu tirar a própria vida e transmitir ao vivo para quem quisesse assistir.

Bruna Andressa Borges [VIDEO], estudante de Ciências Sociais, se enforcou ao vivo, mostrando tudo através do aplicativo Instagram. Mais de 300 pessoas assistiram à triste cena. Muitos tentaram ligar para a jovem, chamar o corpo de bombeiros, mas quando conseguiram chegar à jovem já era tarde e a mesma estava sem vida.

Publicidade
Publicidade

Bruna deixou uma despedida no Facebook, na qual reclamava de uma pessoa que julgava amiga, mas que tinha a abandonado, a humilhado e julgado, chamando-a de ridícula. Ela pede desculpas aos amigos que tentaram ajudá-la, mas que não aguentava mais. Ela terminou o desabafo perguntando: "Já viram alguém morrer ao vivo?".

A população de Rio Branco, no #Acre, ficou chocada com a trágica morte da jovem e qual não foi a surpresa dos mesmos quando, dois dias depois, os pais [VIDEO] da moça foram encontrados mortos na garagem da casa da família. Os corpos do subtenente Márcio Augusto de Brito Borges, de 45 anos, e da esposa, a ex-sargento Claudineia da Silva Borges, 39 anos, foram encontrados por um familiar.

Segundo o Coronel Wellington Valone Barbosa, tudo indica que o casal tirou a própria vida por não aguentar perder a filha.

Publicidade

Foram encontradas na residência do casal cartas de despedida, mas seu teor ainda não foi divulgado pela polícia.

Parece que não param de aparecer notícias tristes relacionadas ao #Suicídio da jovem Bruna. No sábado (29), apenas três dias após a morte da jovem e um dia após a morte dos pais da mesma, o ex-namorado da moça tentou tirar a própria vida.

O adolescente T. S., de 17 anos, foi encontrado desacordado pelos pais, após ingerir uma grande quantidade de remédios tarja preta, e foi levado imediatamente a uma unidade de saúde, onde passou por avaliações médicas e se encontra fora de perigo.

De acordo com a mãe do adolescente, o mesmo entrou em depressão profunda após a morte da namorada. Questionada sobre a informação de que Bruna tinha tirado a vida após o término do namoro, ela contou que os dois tinham terminado há uns seis meses, mas que tinham voltado recentemente e que na manhã do dia 26 os dois tiveram uma briga 'de adolescente', mas que não foi nada sério. O rapaz ficou sabendo, através de um amigo, que a moça estava tirando a vida ao vivo, quando o mesmo pegou um moto-táxi e foi correndo para a casa dela. Quando chegou ao local, ele pulou o muro da casa pelo quintal de uma vizinha, mas quando tirou a corda do pescoço da mesma, ela estava morta.

Os profissionais da casa de saúde agora estão trabalhando com o jovem, que continua em observação, a sua autoestima e vontade de viver e fortalecendo os pais para que saibam como ajudá-lo em um momento tão difícil.