Apresentou-se à Justiça, nesta segunda-feira (3), o empresário Renato Peixoto Leal Filho, 43 anos, que havia sido acusado de gravíssima lesão corporal, quando tentou contaminar suas namoradas com o vírus #HIV. Segundo informações, ele realizava o sexo sem o uso de preservativo, consciente que era um portador do vírus e só após consumar o ato, confessava suas condições para às namoradas. O caso veio ao conhecimento da mídia há dois anos, quando uma de suas namoradas procurou a polícia e apresentou uma denúncia contra o empresário.

Logo após o primeiro caso, outra de suas namoradas prestou um depoimento confessando o mesmo ocorrido.

Publicidade
Publicidade

Ambas disseram que o empresário marcava encontros através das redes sociais com suas vítimas e fazia todo processo de convencimento a fim de ter relações sexual sem o uso de preservativos. Afirmava que o não uso do preservativo seria para “marcar a vida” da parceira.

No #Rio de Janeiro, uma equipe do jornal Extra conversou com o empresário, que confessou ser soropositivo e ter repassado a doença para as duas ex-namoradas que o denunciaram, mas negou as acusações que teria feito sexo sem o uso de camisinha com elas. Ele também falou que não tinha intuito de infectá-las.

A polícia informou que já tinha sido expedido um mandato de prisão preventiva, no dia 30 de maio, contra o empresário. Mas ao ser realizada as buscas, ele não foi encontrado. A partir deste dia, Renato Peixoto passou a ser considerado foragido.

Publicidade

O advogado do empresário tentou recorrer da decisão, mas teve o pedido negado.

Nesta segunda-feira, o acusado foi, juntamente com o seu advogado, ao cartório da 19ª Vara Criminal do Rio, mas, no cartório, foi orientado a comparecer à 5ª Delegacia de Polícia, localizada no Centro, para que lá fossem feitos todos os procedimentos. A polícia informou que foi marcada já para esta quinta-feira (5) a audiência para julgamento do caso de Renato Peixoto.

Nas redes sociais, o caso foi um dos mais comentados. Algumas pessoas ficaram sem acreditar, outras, porém, deixaram comentários contra a atitude do empresário. “Meu Deus, um homem tão lindo, acredito que qualquer mulher jamais iria imaginar que ele seria um portador do vírus HIV. Eu sei que ele é o culpado, porém elas deram muito mole ao permitir ter relações sexual sem o devido uso de camisinha, principalmente por ser apenas um namorado e que pouco sabia sobre a sua vida”, comentou uma internauta. #Relacionamentos