Hoje em dia muitas pessoas acessam a internet para se manter informadas. As #Redes Sociais já fazem parte do cotidiano da sociedade. Por ser uma ferramenta que abrange bastante gente, algumas pessoas utilizam como forma de divulgação. Mas, devemos ter convicção que tudo que compartilhamos seja verdadeiro e que não prejudique nenhum inocente como o caso que vamos ler a seguir.

De cabeça baixa, Luiz Fernando de apenas 21 anos, espera que uma entrevista cedida ao Jornalismo da Rede Record de Televisão possa o ajudar. Ele sofre de esquizofrenia, mas essa doença hoje não é a maior preocupação dele nem da família. Luiz foi confundido com um maníaco.

Publicidade
Publicidade

Tudo começou depois que uma mulher, vítima de #Abuso Sexual, procurou uma Delegacia de Polícia Civil em São Caetano do Sul, no ABC Paulista. Um retrato falado foi feito, e o desenho é muito parecido com a fisionomia do jovem. Isso provocou uma repercussão muito grande nas redes sociais.

Um morador da cidade pegou o retrato falado e também a foto de Luiz e publicou as duas imagens na internet. Desde então o jovem vem sofrendo ameaças, e não consegue mais sair de casa, pois as pessoas começaram a comparar e espalhar através da internet de que Luiz era o maníaco da cidade.

Muito assustado, ele e a família decidiram procurar a mesma delegacia onde o caso foi registrado. Ele mesmo pediu para a polícia entrar em contato com a vítima desse crime bárbaro. Aliás, a vítima veio para a delegacia para fazer o procedimento de reconhecimento do rapaz, para saber se o rapaz era realmente ou não esse criminoso.

Publicidade

A mulher disse para os investigadores que o jovem era inocente e que não tinha a atacado. Para a vítima não há dúvidas, Luiz não é o maníaco da cidade. Só que mesmo a vítima dizendo para os policiais que ele era inocente, ele continuou a sofrer ameaças nas redes sociais.

Hoje mesmo sabendo que não deve nada, ele não consegue ter uma vida de paz. A simples caminhada pelo centro da cidade não é mais possível. Tudo provocado por uma semelhança, que agora traz desespero. "Eu fico com medo de sair na rua", afirmou o jovem.

A mãe do jovem também foi à delegacia para pedir ajuda. "Ver quem começou com isso, quem colocou a foto do meu filho e fez a montagem. Eu vou entrar com processo de calúnia e difamação e crime cibernético. Por que essa pessoa precisa aprender a não julgar os outros pela a aparência", disse Ana Paula de Freitas, a mãe do rapaz.

As ameaças contra o filho ainda não foram esquecidas pela a família. "Ameaçaram, falaram que iam quebrá-lo de paulada, que paulada era pouco. Xingaram-no de tudo o quanto foi nome feio e falaram que iam na minha casa porque sabiam onde ele morava. Então ficamos com muito medo", desabafou a mãe.

A mãe afirmou que o filho teve uma mudança muito grande no comportamento e que ele está sofrendo com síndrome do pânico e depressão. Agora ela pede justiça. #Maniaco