Algumas situações acabam entristecendo muita gente. Uma delas aconteceu recentemente, quando uma gestante, Claudineia dos Santos, de 28 anos, foi baleada em um tiroteio em uma favela do município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O bebê, que estava na barriga dela, Arthur Cosme de Melo, acabou sendo atingido por uma bala. Ele ainda estava no útero, mas mesmo assim entrou nas estatísticas do Rio de Janeiro.

Morre o bebê que foi baleado ainda no útero, no Rio de Janeiro

A criança estava internada no Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. A Secretaria Municipal informou que a criança começou a piorar ainda nas primeiras horas da manhã.

Publicidade
Publicidade

O menino Arthur, que era um herói lutando pela vida, teve uma hemorragia no sistema digestivo. Os médicos fizeram o máximo possível para salvar a criança, mas, infelizmente, no meio da tarde deste domingo (30), a criança veio a falecer.

Morre Arthur Cosme de Melo, o bebê que estava internado após levar tiro no útero

O corpo da criança agora, como mostra uma matéria do site da Revista Veja, vai ser encaminhado para o IML do Rio de Janeiro. No Instituto Médico Legal, ele passará por uma perícia, a fim de que a causa da morte seja expressa. Em seguida, o corpo será liberado para que Arhur seja enterrado. A secretaria do Rio de Janeiro informou que, apesar de estranho, esse é um procedimento padrão e que sempre acontece quando alguém morre vítima de violência, que foi o caso deste menino, que mesmo antes de conhecer o mundo, já conhecia a triste realidade da vida.

Publicidade

Bebê que levou tiro no útero, no Rio de Janeiro, não resiste e falece

A Veja, que noticiou o caso, assim como muitos veículos que repercutiram a morte de Arthur, lembraram que, nos últimos tempos, o bebê ainda estava em estado grave, mas que parecia ter melhora. Isso porque o filho de Claudineia dos Santos já conseguia, inclusive, respirar sem a ajuda de aparelhos. O tiro que o bebê carioca recebeu ultrapassou a pelve de sua mãe e raspou na cabeça do bebê. A mesma bala cruzou o pulmão da criança e também a coluna. Médicos acreditavam que, caso sobrevivesse, o bebê ficaria paraplégico.

O adeus a Arthur Cosme de Melo: morte de bebê baleado no útero gera comoção na internet

O falecimento da criança causou grande repercussão na internet. Muitos ficaram tristes com tudo o que ocorreu. "Meu Deus, que tragédia. Muita força para essa mãe e para essa família", disse uma internauta lamentando a morte do bebê. #Crime #Investigação Criminal