Um homem foi preso pela polícia acusado de assassinato na terça-feira (4), no bairro Afonso Pena, em São José dos Pinhais, em Curitiba. O acusado de ter cometido o #Crime foi identificado pela polícia como Romeo Francisco dos Santos Junior, de 32 anos. Para a polícia, ele é o principal suspeito de ter assassinado uma manicure identificada como Sibele Aparecida Staroi, de 33 anos. Conforme informações divulgadas pela polícia, o crime aconteceu na quinta-feira, 15 de junho, próximo ao Rio Miringuava.

O acusado confessou o crime, alegando que matou a vítima por ela ter rido e zombado de uma impotência na hora da relação sexual.

Publicidade
Publicidade

O corpo foi reconhecido pela família no dia 16. De acordo com a polícia, a vítima tinha saído para se divertir em uma casa noturna localizada no bairro Atuba com amigos na noite de quarta-feira, 14 de junho. Na manhã do dia seguinte, um amigo da vítima relatou para a polícia que ele tinha levado ela para a sua casa por volta das 6 horas da manhã. Em seguida, foi embora.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima não entrou em sua residência. Ela saiu andando pelas ruas da cidade com suas sandálias na mão. Imagem de câmeras de segurança da localidade obtida pela polícia mostra a jovem perambulando pelas ruas da localidade. Nas imagens, é possível ver o momento que o acusado para próximo da vítima e a convida para entrar no veículo. Este foi o último momento que a vítima foi filmada com vida.

Publicidade

Segundo as investigações, o casal deu algumas voltas pelo bairro e, em seguida, foram até um estacionamento localizado no bairro Boqueirão. No local, ainda dentro do carro, tentaram ter relações sexuais.

Segundo o acusado, ele estava sobre efeitos de drogas e não conseguiu ter ereção. Ainda de acordo com o acusado, nesse momento, a vítima começou a rir e a debochar da situação. Romeo ficou furioso com a jovem e começou a enforcar a mulher até a #Morte. Em seguida, ele teria passado em um posto de gasolina, comprado etanol e levado o corpo da vítima até o bairro Colônia Zacarias, onde jogou o corpo da vítima dentro do matagal.

Histórico

O suspeito já tem várias passagens pela polícia por uso de drogas, crimes, receptação e adulteração de veículo. Ultimamente, o acusado estava trabalho como motorista da Uber.

Vítima

A jovem tinha duas filhas: uma de 8 anos e uma de 14 anos. Ela e suas filhas moravam na casa de seus pais idosos. Segundo a polícia, o pai das filhas da vítima foi morto a menos de um ano e o crime até hoje não foi esclarecido. #Casos de polícia