Uma mulher de dados ainda não divulgados está sendo investigada pela Polícia Civil suspeita de sequestrar e obrigar uma jovem, de apenas 18 anos, a circular dentro de um carro pelas ruas da cidade de Barretos, em #São Paulo. A jovem aparece nas imagens totalmente nua e com a cabeça e sobrancelhas raspadas.

A polícia informou que o motivo para tal prática, seria uma suposta #traição: a jovem estaria tendo relações com o marido da acusada, que está preso no Centro de Detenção Provisória de Taiúva, São Paulo. O delegado Marcos Eduardo Marques responsável pelo caso afirmou que a mulher já recebeu uma intimação para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido, porém até o fechamento desta matéria, não compareceu.

Publicidade
Publicidade

Agora, a acusada está sendo procurada pela polícia. Por telefone, a suspeita falou que não vai comentar sobre o ocorrido. Uma equipe de reportagem do Jornal da EPTV 2ª edição foi até a casa dela, porém ao chegar, foram notificados por vizinhos que a mesma teria mudado de endereço.

Os familiares da vítima estão chocados com o acontecimento e pedem justiça.

O caso

O caso aconteceu no fim do mês de junho deste ano, porém só ganhou repercussão depois que o vídeo foi compartilhado nas redes sociais. Na gravação, a acusada dirige o veículo, enquanto a vítima está totalmente sem roupas no banco do passageiro, com as mãos tapando as partes íntimas.

No vídeo, a acusada estaciona o veículo e pede para uma amiga, que também estava no banco de trás e que registrava toda ação com um celular, sair do veículo para comprar um barbeador descartável.

Publicidade

Após, a acusada raspa por completo a sobrancelha da vítima, que já estava com a cabeça raspada.

O delegado ainda afirmou que já existe um inquérito apurando os crimes de cárcere privado na forma qualificativa e sequestro, já que a vítima sofreu fisicamente e moralmente.

Segundo o vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Belisário Rosa Leite Neto, a acusada pode ainda responder pelos crimes de tortura e lesão corporal grave, a depender do ponto de vista Judiciário. ‘Sinto nojo em ver ás imagens, tamanha crueldade da agressora contra a vítima. A nossa sociedade não tolera esse tipo de coisa nem com os animais’, completou.

Nas redes sociais, o vídeo ganhou milhares de visualizações e inúmeros comentários, que desaprovavam a atitude da agressora. “Absurdo! Essa mulher deve responder urgentemente por esse ato covarde contra essa jovem. Não pode ficar impune, a Justiça deve agir ligeiramente”, comentou uma internauta.

Assista o vídeo abaixo:

#Violência