A violência sexual é um grave problema de saúde pública e tem um profundo impacto a curto ou a longo prazo sobre a saúde física e mental da vítima. Também aumenta o risco de suicídio ou infecção pelo HIV. Embora mulheres e meninas sofram desproporcionalmente desse aspecto, a violência sexual pode ocorrer a qualquer pessoa em qualquer idade. Esses atos de violência podem ser praticados por pais, cuidadores, conhecidos e estranhos, bem como parceiros íntimos.

Foi exatamente o que aconteceu com três meninas menores de idade, que foram estupradas por um membro da família que tinha obrigação de cuidar, amar e proteger, mas infelizmente não foi isso o que aconteceu.

Publicidade
Publicidade

O homem, que é pai das vítimas, foi o próprio agressor das meninas, mas ele foi preso e pagará pelos seus atos atrás das grades. A #Polícia prendeu o homem acusado de agressão sexual na segunda-feira (10), na cidade de Buriti dos Lopes, cerca de 281 quilômetros ao norte de Teresina, no Piauí. Mas a prisão do acusado só foi divulgada para os meios de comunicação na quarta-feira (12).

O acusado, de 35 anos, não teve o nome revelado pela polícia para proteger a identidade das vítimas. Para a polícia, ele é o principal suspeito de ter violentado sexualmente três filhas, todas menores de idade. Uma das vítimas tem 7 anos, outra 9 anos e a última uma adolescente de 13 anos. Segundo informações repassadas por um agente da polícia, que preferiu ficar em anonimato, relatou que as investigações começaram após várias denúncias no Disque 100 e denúncias feitas pelo próprio Conselho Tutelar, que levou o caso para o Ministério Público da localidade.

Publicidade

Ainda de acordo com a polícia, várias provas compravam que o acusado violentava sexualmente a filha mais velha, mas ressaltou que não pode dar muitos detalhes sobre o caso para não expor a identidade das vítimas. Apenas afirmou que o homem foi preso preventivamente. De acordo com a Polícia Civil da cidade, as investigações estão em andamento para saber se as outras filhas do acusado foram vítima de violência sexual. Ainda de acordo com a Polícia Civil, existem vários fatores para ser investigados.

Segundo o portal G1, o Conselho Tutelar da cidade não quis dar muitos detalhes sobre o #Crime, apenas relatou que o caso é verídico e está esperando as investigações policiais ficarem prontas para se pronunciar. O acusado foi encaminhado para a Penitenciária Mista de Parnaíba, onde ficará à disposição da Justiça. #Pai