A internet, ainda em revolta com a história do padre filmado abusando sexualmente de uma criança, tem novo caso revoltante, envolvendo um homem da fé e uma criança. Esses casos gera profunda comoção nas pessoas, pois os líderes de uma religião, seja ela qual for, são vistos como pessoas de confiança e exemplo de conduta para a sociedade.

Foi noticiado na sexta-feira (28) que um líder religioso evangélico, identificado apenas como Barbosa, foi preso no #Rio de Janeiro, na Zona Oeste, por estuprar uma criança. Pastor da Igreja Presbiteriana dava balas e doces a menina de 13 anos de idade em troca de sexo.

Segundo informações do site Gazeta Online, a prisão do pastor feita pelo 34º DP, de Bangu.

Publicidade
Publicidade

Os abusos sexuais foram cometidos por 5 anos contra a jovem fiel, menor de idade. Além dos cultos, a jovem frequentava a casa do pastor.

Os doces e o dinheiro eram usados para comprar o silêncio da vítima, mas se isso não funcionasse, ele a ameaçava. A policia do Rio de Janeiro já vinha investigando o caso do pastor há pelo menos dois meses, quando a família da vítima, desconfiada das atitudes do religioso, teve coragem de denunciá-lo.

A família ficou em choque quando a criança afirmou que estava sendo estuprada pelo homem há pelo menos cinco anos. Após inicio da investigação, se iniciou a coleta de provas contra o pastor. A mãe foi a primeira a desconfiar do estranho comportamento da filha em casa e na igreja. Um dia, a mãe resolveu questionar a criança sobre o que estava acontecendo e a verdade veio à tona.

Publicidade

Segundo a mãe, sua filha vivia chateada e triste. Isso foi um alerta que algo errado estava acontecendo. Assim como o padre, acusado de estuprar uma menor, o pastor da igreja evangélica também chegou a estuprar a jovem dentro da igreja. Tudo teria começado quando os pais da criança precisavam trabalhar e o líder da igreja se ofereceu para cuidar da menina.

Em uma tentativa desesperada, o pastor tentou fugir, mas foi capturado pela Polícia Civil, do Rio de Janeiro. O estupro é um crime brutal e tipo como imperdoável até mesmo na cadeia. Ele destrói a vítima física e emocionalmente, que leva sequelas por toda uma vida. Ainda pior quando se trata de uma criança que ainda está desenvolvendo toda sua parte psicológica.

Muitos pais confiam nos líderes de sua igreja, pois são visto como pessoas exemplares. Mas, cada vez mais, casos de abuso sexual são relatados por crianças nas mãos de religiosos que abusam da fé e confiança dos pais para cometer o crime.

Deixei seu comentário. #Pastor estuprador #Igreja presbiteriana