Vivendo de golpes. Essa é a história de Larissa. Morena, bonita, ela tinha tudo para ser uma garota com grande sucesso. No entanto, preferiu fazer isso do jeito errado. Como ela mesmo dizia, "só jogava seu charme" para fazer novas presas. Com isso, conseguiu ter celular caro, carro e até uma motocicleta para passear por aí. Acredite, ela comprou tudo isso passando cartões de crédito, mesmo sabendo que ele não passariam. Larissa então fingia que iria fazer uma transferência bancária pelo celular e, simplesmente, sumia. Ela mostrava um falso comprovante e assim enganava um monte de gente.

Mulher vendia coisas que não eram delas, mas acabou presa

É claro que a "rainha dos golpes" teria final triste.

Publicidade
Publicidade

Ela foi presa. Na cadeia, ela parecia um pouco arrependida e até chorava. De acordo com o jornal carioca EXTRA, um dos golpes feitos pela mulher era entrar em sites de compra e venda de produtos, solicitar a chegada de um vendedor até ela e simular a transferência bancária. A mulher mandava até mesmo um comprovante falso de transferência do dinheiro. Em muitos bancos, a entrada de grandes quantias demora a ser creditada na conta. Nesse tempo de espera, ela vendia os produtos e fingia estar ocupada com as pessoas que compraram os produtos. Larissa acabou sendo presa em Brasília acusada de #Estelionato.

Mulher fingia estar grávida para conseguir dar golpes e fazia ameaças

A polícia descobriu o último roubo de Larissa, poucas horas depois dela ter praticado o #Crime. Ela foi à uma loja de alimentos naturais e conseguiu surripiar os itens.

Publicidade

A mulher estava com tudo na bolsa e começou a chorar, assim que percebeu que o crime não tinha terminado bem. Larissa mal sabia que a polícia já sabia, por exemplo, que ela se fingia até mesmo de grávida para efetuar os roubos. Ela também dava o 'golpe da barriga' para fazer com que um homem desse dinheiro à ela.

Ameaças a homem, que foi demitido e perdeu tudo

Os crimes da estelionatária, algumas vezes, chegam ao ponto novelesco. Ela ameaçou e chantageou um homem. Ele não cedeu às suas chantagens. Larissa, por sua vez, foi a porta do trabalho do rapaz e começou a fazer escândalos. O rapaz já havia feito uma denúncia em uma delegacia por conta de calúnia e difamação. A mulher ainda acabou falando na delegacia que o homem era traficante e que tinha armas escondidas em casa, o que nunca acabou se comprovando. A beleza da mulher era o que fazia ninguém suspeitar dela. #Investigação Criminal