Nesta segunda-feira (17), a apresentadora Ana Hickmann ouviu uma dura decisão da Justiça de Minas Gerais. A loira descobriu que um processo contra o cunhado dela, que a salvou de um sequestro no ano de 2016, terá prosseguimento. Ele é acusado de homicídio doloso, quando há intenção de matar. Por isso, condenado, o cunhado de Ana Hickmann pode ser preso. De herói, ele pode virar vilão, pelo menos, perante a lei.

O começo do pesadelo de Ana Hickmann

Era o dia 21 de maio de 2016. A apresentadora #Ana Hickmann, da Record TV, estava em uma viagem de trabalho na cidade de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. Ela estava em um hotel da cidade, quando foi surpreendida por um fã eufórico.

Publicidade
Publicidade

Ele era Rodrigo Augusto de Pádua, que já tinha sido bloqueado pela comunicadora em suas redes sociais. Fanático por Ana Hickmann, Rodrigo dizia que era amante da comunicadora, que é casada com Alexandre Corrêa. Os dois nunca tinham se encontrado pessoalmente e o primeiro encontro dos dois foi da pior maneira possível.

Relembre o sequestro de Ana Hickmann: cunhado pode ser preso após ser refém

Rodrigo sabia dos compromissos da apresentadora, que anunciou que viajaria para Belo Horizonte, cidade próxima onde Pádua residia, para o tal evento. Fã assíduo, ele acabou descobrindo dados pessoais, como o hotel que ela se hospedaria. Sem grana, ele vendeu o que tinha semanas antes e planejou tudo, inclusive, a compra de uma arma. Assim, Rodrigo fez o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Henrique Bello Correa, refém.

Publicidade

O irmão de Alexandre viajava com a loira, pois o próprio não poderia. A segurança em torno dela sempre é pesada. A esposa de Gustavo estava no quarto com Ana. Ela é sua assessora.

Rodrigo de Pádua, o sequestrador de Ana Hickmann, foi morto com três tiros na nuca

Rodrigo então acabou entrando no quarto de Ana, assustando a todos. Hickmann, que apresenta o 'Hoje em Dia', ouvia perguntas sem cabimentos. Rodrigo de Pádua queria saber porque antes os dois foram tão apaixonados e agora ela não queria mais nada com ele. Pádua foi se tornando cada vez mais agressivo e desferiu xingamentos. A coisa foi ficando incontrolável, até que ele deu os primeiros tiros. O cunhado de Ana Hickmann decidiu entrar em uma luta corporal com Rodrigo e mais tiros foram disparados. Alguns atingiram a assessora de Hickmann e esposa de Gustavo. Ela ficou alguns dias internada. O irmão de Alexandre pegou a arma e atirou em Pádua. Ele foi morto com três tiros na nuca. #Famosos