Recentemente, um #Crime acabou causando grande abalo em todo o Brasil. Um jovem acabou sendo torturado com uma tatuada na testa. A frase marcada em seu corpo dizia 'Sou um ladrão, Sou um vacilão'. O adolescente, de 17 anos, é viciado em drogas e teria ganho a marca, segundo os seus torturadores, porque roubou a bicicleta de um deficiente físico. Ele nega essa informação, mas confirma que tem mesmo problemas com drogas. Depois de um mês sem aparecer, o jovem decidiu de pronunciar através de uma carta. Internado em uma clínica de reabilitação, ele escreveu o que aconteceu em sua vida.

O que aconteceu com o jovem tatuado na testa após o crime?

De acordo com informações do portal de notícias G1, o jovem ainda continua com a frase escrita na testa.

Publicidade
Publicidade

O rapaz, que não pode ter o nome identificado, já começou a fazer tratamento estético para se ver livre do desenho em seu rosto, mas que, por enquanto, nada foi possível para tirar tudo da sua pele. A previsão é que isso ocorra após muitas sessões. Na clínica de reabilitação, o jovem tenta se livrar do vício em duas drogas, o álcool e o crack. Ele escreveu à mãe que está com muita saudades de casa e chama sua mãe de rainha no texto. Enquanto isso, o tatuador e o pedreiro, acusados de tatuar na testa do adolescente, estão presos em Tremembé, no estado de São Paulo.

Caso 'Sou Ladrão, Sou Vacilão': Rapaz tatuado perdoa quem fez isso com ele

O rapaz ainda diz que ama muito a mãe de verdade e que queria que a mulher que o gerou, identificada como Vânia Aparecida Rosa da Rocha, de 34 anos, fosse até à clínica para visitá-lo.

Publicidade

O adolescente ainda diz que está com muita saudade de toda a família. De acordo com a mulher, na semana passada, ele esteve na clínica de reabilitação, onde ela informa que o adolescente teria perdoado quem fez a tatuagem nele. O garoto ainda diz que o caso não vai destruir sua família, que ainda revelou que tudo vai ocorrer no passado. O menino ainda fez dois rostos. Em um deles, o menor faz o desenho de um homem mau e no outro sorri, como se estivesse se transformando ao longo do tempo.

Recentemente, noticiamos que o tatuador do caso, Maycon Wesley Carvalho, não teve o pedido de liberdade aceito pelo Ministério Público Federal. Com isso, ele deve ter que aguardar o julgamento do caso detido. Amigos se uniram para fazer uma vaquinha e contratar um advogado para tirar ele da cadeia, mas não deu tão certo. O rapaz é tido como um bom homem pelos amigos e familiares. #Investigação Criminal