Um vídeo contra o ateísmo no Brasil viralizou nas redes sociais nessa semana. Nele, um homem que se diz orgulhosamente cristão defende que todos os ateus que estão vivendo no País precisam receber a ordem de prisão ou serem extraditados, expulsos do Brasil. O vídeo está em várias páginas do Facebook e também ‘rodando’ no aplicativo de mensagens estantâneas, o WhatsApp. Muitos ateus, que hoje representam cerce de 1% da população brasileira, ao ver as imagens e as explicações do religioso, passaram a dar risadas e a fazer brincadeiras com isso. No entanto, para muitos, é fato que o ateísmo sofre para se manter vivo no Brasil.

Assista ao vídeo.:

De acordo com dados de uma pesquisa realizada pelo Datafolha, em dezembro do ano passado, em 174 municípios brasileiros, 1% da população brasileira é de ateus.

Publicidade
Publicidade

Alguns ateus que analisaram o levantamento também contam que esse número cresceu com o passar do tempo e alertam que, provavelmente, muitas pessoas tenham essa posição, mas não se declaram. O ator e humorista Gregorio Duvivier, que é um dos criadores do Canal Porta dos Fundos, disse certa vez que “Se você não acreditar em Deus, você tem o demônio no corpo”, explicou o artista, ao explicar que muitos religiosos atualmente não conseguem lidar bem com o ateísmo no Brasil.

“O Brasil é um país difícil para os ateus porque nós somos uma minoria realmente pequena”, explicou o humorista. Ele também diz que, no Brasil, as pessoas tem que acreditar em qualquer coisa e ser de qualquer #Religião, pois, dessa forma, serão bem aceitos em determinados locais da sociedade brasilelira. Mas para romper esse certo ‘preconceito’ com #Ateu, o ator conta que os ateístas, ao invés de levar a sério acusações de alguns religiosos brasileiros – como é o exemplo do vídeo exposto nessa matéria – muitos ateus tomam isso com bom humor e passam a rir das diversas formas de acusação vindas de alguns cristãos para quem não acredita nem em Deus e nem no diabo.

Publicidade

Duvivier também lembrou que atualmente é notória a presença de defensores religiosos, de maioria evangélica, no Congresso Nacional. E, por isso, de acordo com ele, é difícil ‘bater de frente’, porém, segundo ele, ainda não foi proibido que as pessoas façam brincadeiras com isso.

Em uma parte da entrevista de janeiro, o ator faz uma referência à questão do ‘sair do armário’, tão comentado com relação aos homossexuais no Brasil. Duvivier conta que, apesar de muitos ateus não serem gays, isso pode ser sentido também no ateísmo brasileiro: as pessoas, com o passar dos tempos, têm saído ‘do armário’ e se declarado ateu. #Discriminação