Na última terça-feira (4), um site vinculado ao portal R7, que é administrado pela RecordTV, noticiou um caso que chocou muita gente [VIDEO]. Um homem matou uma mulher porque ela riu do seu desempenho na cama. Esse #assassinato ocorreu no bairro de São José dos Pinhais, que fica no centro da cidade de Curitiba. O #Crime aconteceu no dia 15 de junho, mas só agora foi divulgado para toda a imprensa. A mulher que foi assassina se chamava Sibele Aparecida Staroi e trabalhava como cabeleireira. A moça chamava muita atenção dos homens, ela tinha apenas 33 anos de idade e foi morta de uma maneira bizarra. O homem que a assassinou confessou que pôs fogo nela após um estrangulamento.

Publicidade
Publicidade

Mulher morreu após fazer uma brincadeira com um homem, depois dele "broxar" na cama

O homem que assassinou Sibele foi identificado como Romeo Francisco dos Santos Junior, de 32 ano. Pouco tempo depois de cometer o assassinato, ele foi preso pelos policiais. De acordo com Romeo, ele não conhecia a mulher. O homem trabalhava como motorista de um aplicativo de celular famoso, ele estava dirigindo pelas ruas quando avistou a mulher andando sozinha e a convidou para entrar no carro. Logo depois, ambos foram para um drive-in, no intuito de ficarem mais à vontade. Na hora "H", o homem simplesmente "broxou", e a mulher acabou rindo sem parar de toda a situação, ele acabou ficando muito furioso, e perdeu a cabeça. O assassino conta que enforcou a mulher ali mesmo, dentro do carro.

Publicidade

Assassino que matou cabeleireira disse que estava sob o efeito de cocaína

As investigações estão sob o comando de Michel Teixeira, delegado do caso. Em uma entrevista recente, ele disse que Romeo é motorista de Uber.

O delegado disse que Sibele tinha sido deixada na porta de casa por um amigo. Porém, a moça não chegou a entrar na residência. A constatação veio com a ajuda de câmeras de segurança. A filmagem mostra ela tirando as sandálias e andando pelas ruas, alguns minutos depois o motorista apareceu. Eles trocam algumas palavras e ela entra no carro por vontade própria, depois de algum tempo dentro carro, passeando pela cidade, eles decidiram entrar em um drive-in para ter relações sexuais. A desculpa que Romeo deu para os policias foi que ele estava sob o efeito de cocaína, e, por causa disso, não conseguiu manter relações sexuais com a moça.

Corpo foi jogado em esquina

Assim que cometeu o assassinato dentro do carro, o rapaz colocou fogo no corpo e acabou se desfazendo dele em uma esquina. A mulher teve seu corpo queimado da cintura para baixo. A família foi até o IML para fazer o reconhecimento e constatou que o corpo era da jovem, a família toda está em choque com o acontecido. O homem já teve sua prisão temporária decretada e ficará preso por no mínimo trinta dias. #relação sexual