O que era para ser uma longa viagem entre Nanuque, na região do Vale do Mucuri, em Minas Gerais, e a cidade de São Paulo, acabou em uma grande tragédia. O ônibus da Viação Itapemirim, que levava os passageiros para a capital paulista acabou caindo em uma ribanceira na BR-418, na tarde desta quinta-feira (20). A tragédia fatal matou pelo menos 7 passageiros e feriu outras 11 pessoas que estavam dentro do ônibus. O acidente [VIDEO]foi registrado na altura de Pedro Versiani, no distrito de Teófilo Otoni.

Segundo informações do jornal "O Tempo", o motorista que conduzia o veículo passou mal, momentos antes de perder o controle do ônibus e essa é a provável causa do acidente.

Publicidade
Publicidade

Mesmo diante do impacto da batida, o profissional, de 59 anos, sofreu apenas ferimentos leves.

No entanto, outras pessoas que estavam a bordo do ônibus não tiveram a mesma sorte que seu condutor. Isso porque o impacto da queda do veículo na ribanceira provocou a morte de quatro homens, duas mulheres e uma criança. Além dos sete mortos, 11 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a unidades de saúde na região.

A informação de que o motorista passou mal foi dada pelo Corpo de Bombeiros. Segundo o sargento Maicon Gonçalves, que trabalhou na ocorrência, o profissional estava muito assustado e afirmou aos bombeiros militares ter tido um mal súbito.

Alguns dos sobreviventes foram levados para o hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni. Segundo informações do jornal mineiro, uma das vítimas teve a perna amputada, em função do #Acidente.

Publicidade

Policial militar está entre as vítimas fatais

O ônibus saiu da cidade de Nanuque por volta das 13 horas e chegaria a São Paulo apenas às 7h10 do dia seguinte, conforme previsão da empresa. No momento da saída, havia 10 passageiros. Na parada que o veículo fez em Carlos Chagas (46 km adiante), cerca de 1 hora depois, outros sete passageiros embarcaram no veículo.

De acordo com informação veiculada pelo portal G1, uma das vítimas fatais é o soldado Leonardo Ramos Martins, da Polícia Militar da 15ª Região de Minas Gerais.

Na rede social Facebook, muitos conhecidos do policial militar comentaram a morte do rapaz com pesar. A foto de Leonardo foi postada pela blogueira Renata Pimenta, de Nanuque, que fez uma homenagem ao soldado.

"Que descanse na paz do senhor. Meu sentimentos aos familiares. Que DEUS conforte os corações de todos", escreveu um seguidor. "Triste demais! Ele era do CFSd 2010! Descanse em paz, Guerreiro!", escreveu um policial militar.

Curso de Formação de Soldados (CFSd) é a denominação do processo seletivo pelo qual Leonardo havia passado para ingressar na Polícia Militar mineira, em 2010. #Onibus #Itapemerim