Publicidade
Publicidade

Dilma Rousseff [VIDEO]sofre perda irreparável. Aos 79 anos, em Porto Alegre, morreu, na madrugada deste sábado (12), o advogado trabalhista Carlos Araújo. Araújo era ex-marido da ex-presidente #Dilma Rousseff e nos anos 80 foi Deputado Estadual pelo PDT-RS. Deixa uma filha, Paula Rousseff Araújo, casada, 39 anos, e netos.

Saúde fragilizada há tempos

O advogado [VIDEO] estava em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa de Porto Alegre, onde convalescia de uma cirrose provocada por medicamentos desde o final de julho.

Por ser tabagista durante anos, Carlos Araújo enfrentou diversos problemas de saúde relacionados ao sistema respiratório, era portador de enfisema pulmonar.

Publicidade

Sua origem

Gaúcho de São Francisco de Paula (RS), nasceu em 1938 e herdou [VIDEO] o gosto pelo Direito e pela política de seu pai Afrânio Araújo que também era advogado e militava na àrea trabalhista.

Início da sua trajetória Política

Integrou a delegação brasileira para o festival da Juventude Comunista de Moscou em 1957 (era integrante da Juventude Comunista desde o início dos anos 50). Em 1969, ingressou na ‘VAR Palmares’ - Vanguarda Armada Revolucionária Palmares,foi uma organização política brasileira de extrema esquerda que participou da luta armada.

Na ocasião, conheceu a também militante que viria a ser sua esposa, e um dia presidente do Brasil, Dilma Rousseff (viveram juntos até o ano de 2000).

Na época da ‘VAR’, Palmares era conhecido pelo codinome Max, foi capturado e preso em 1970 (julho) e ficou até 1974 de onde saiu e assumiu seu escritório advocatício que perdura até os dias de hoje em Porto Alegre.

Publicidade

Nesse mesmo ano, perdeu seu pai Afrânio Araújo.

Na vida política, tinha um relacionamento estreito com Leonel Brizola e em 1979 fundou, juntamente com Brizola, o PDT - Partido Democrático Trabalhista (centro esquerda). Foi eleito Deputado Estadual pelo PDT por três vezes e disputou a prefeitura da capital gaúcha em 1988,de onde saiu perdedor do pleito para Olívio Dutra (#PT-RS). O PT governou por quatro gestões consecutivas na época.

Deixou o PDT em 2000, juntamente com a ex- Presidente Dilma Rousseff e alguns correligionários. Desde então dedicava-se ao seu escritório advocatício em Porto Alegre.

Araújo estava afastado da militância política, mas mesmo assim tinha suas opiniões e posicionamentos quanto ao momento político do país e o impeachment sofrido por sua ex-mulher e agora amiga, a ex-Presidente Dilma Rousseff: #Lula