Publicidade
Publicidade

Um dos hábitos mais praticados na atualidade é o de tirar as famosas “selfies”, que são as fotos que as pessoas tiram de si mesmas com ou sem outras pessoas.

Devido a enorme comunicação gerada nas redes sociais [VIDEO] e ao alcance surpreendente que esse tipo de comunição propicia, cada vez mais pessoas se esmeram em busca da selfie mais perfeita ou mais inusitada.

Mas, infelizmente, muitas dessas selfies já viraram tragédia, pelo risco que as pessoas correm ao tentar captar imagens cada vez mais inéditas para postar.

Na ultima quinta-feira (10), a policia de Jaboticabal em #São Paulo atendeu a uma ocorrência que culminou na morte do estudante de fisioterapia, Simon Simões de Alimeira, de 19 anos.

Publicidade

Simon morreu após colidir contra uma árvore, quando estava andando de #carro com metade do corpo para fora, tentando tirar uma selfie.

Segundo relato da testemunha que estava andando atrás do carro em que Simon estava ele e a motorista que era sua amiga, estavam se divertindo, e o rapaz tirou parte de seu corpo para fora da janela com o celular na mão, voltado para si mesmo. Como o carro rodava muito próximo ao cordão da calçada, houve a batida de Simon contra uma árvore.

Com a primeira batida, a motorista de 21 anos acabou perdendo o controle da direção e ainda se chocou contra um muro.

A vítima ficou desacordada e foi atendida pelo SAMU [VIDEO] e levada ao pronto socorro, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

De acordo com a delegada, Andréia Cristina Fogaça de Souza Nogueira, foi feito um registro de “homicídio culposo”, quando não há a intenção de matar, contra a motorista, que disse em depoimento que ele era seu melhor amigo.

Publicidade

A delegada contou que a moça estava muito abalada, chorava muito e sentia muito que tinha acontecido, pois os dois estavam felizes e saíram juntos para se divertirem.

Como os dois saíram de uma festa quando ocorreu o acidente, foi levantada a possibilidade de ela estar embriagada, mas ao fazer exames clínicos o médico legista que a atendeu não contatou sinais de embriaguez, e a policia agora aguarda resultado de exames de sangue.

“Foram coletadas amostras de sangue e posteriormente será feito um laudo pericial que ira atestar se ela usou ou não álcool ou alguma substância ilícita, momentos antes do acidente." Disse o médico responsável por examina-la.

O carro envolvido no acidente, bem como o celular de Simon, foram apreendidos pela polícia e serão materiais para investigação do caso. #foto