Recentemente, informamos que uma mãe realizava ‘’festinhas’’ [VIDEO] em sua residência para que duas filhas, uma de 12 e a outro de 13 anos, fossem vítimas de violência sexual praticada pelo companheiro e por um primo dele. Segundo a polícia, os abusos sexuais vinham sendo praticado há mais de dois anos. A polícia prendeu os acusados, após receber várias denúncias relatando o caso.

Conforme a polícia, as agressões sexuais ocorriam sempre da mesma forma. A mãe das vítimas organizava as festinhas com consumo de bebidas alcoólicas e os suspeitos aproveitavam que as vítimas ficavam bêbadas para cometer o crime. O caso foi registrado na cidade de Jeremoabo, na região Norte da Bahia.

Publicidade
Publicidade

Ambos os acusados de ter cometido o crime foram presos na quarta-feira (2). Outro caso parecido aconteceu com uma garotinha de apenas 3 anos, com ela sendo estuprada pela própria mãe.

A polícia da cidade de Aquidabã, do estado de Sergipe, prendeu, na tarde de quarta-feira (2), uma jovem mãe de 21 anos acusada de violentar sexualmente [VIDEO] a própria filha. Segundo informações divulgadas pelo delegado Wanderson Bastos, que está à frente das investigações, o crime foi descoberto pela avó da vítima.

De acordo com a avó, ela estava em Alagoas se tratando de um problema de saúde e ao retornar para a cidade de Aquidabã, percebeu que a neta estava apresentando um comportamento fora do normal. Ao perguntar para a menina o que estava acontecendo, a garotinha relatou que ela estava sendo agredida sexualmente pela própria mãe.

Publicidade

Diante da situação, a polícia foi acionada pela avó, relatando que sua neta estava sendo vítima de violência sexual. [VIDEO] Diante dos fatos, a polícia se deslocou até a casa da suspeita, ela foi presa e levada sob custódia para a delegacia da cidade. A vítima recebeu atendimento de um profissional e ficou contatando que realmente estava sendo abusada pela mãe. A suspeita foi encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Outro caso de violência na mesma cidade

Wanderson Bastos, relatou que no mesmo dia, policiais prenderam um homem acusado de ter violentado sexualmente uma sobrinha de apenas 7 anos. O crime aconteceu no Povoado Curralinho, localizado na zona rural da cidade.

Segundo informações da polícia, o crime foi denunciado pelo pai da vítima há alguns dias. Conforme consta no depoimento do pai da menina, no mês de junho, ele tinha flagrado o acusado completamente sem roupas e pedia para a menina acariciar seus órgãos genitais. A menina prestou depoimento o confirmou a versão dada pelo pai. O acusado foi preso e o caso continua sendo investigado. #Pedofilia #Chocante