Um caso bastante inusitado aconteceu na última sexta-feira (04), em Tancredo Neves, na #Bahia, localizada a 251 quilômetros de Salvador. Uma mulher foi flagrada por câmaras de segurança, furtando uma TV de 32 polegadas de uma loja de eletrodomésticos e escondendo debaixo da saia que estava usando no momento do ocorrido. O vídeo que flagra este momento chamou bastante atenção não só da polícia, mas de todos que assistiram ao vídeo e tem tido uma grande repercussão nas redes sociais.

No vídeo de aproximadamente um minuto, percebe-se que uma das mulheres suspeitas estava com uma saia longa, folgada e com uma bolsa pequena no braço.

Publicidade
Publicidade

Após pegar a TV, ela fingiu que estava olhando os preços de outros eletrodomésticos, e sem hesitação, ela saiu calmamente da loja. Além da mulher que furta a televisão, há uma companheira que tenta distrair o vendedor para que a outra consiga realizar o furto [VIDEO]. Logo após o roubo, as duas mulheres fugiram do estabelecimento. A polícia segue investigando, e procura as duas mulheres que cometeram o crime.

Nesta segunda-feira (07), o dono da loja que sofreu o #Furto, que preferiu não se identificar, afirmou que as mulheres suspeitas do ato, tinham aparentemente, cerca de 40 e 60 anos. Ele afirmou ainda que as duas mulheres chegaram á loja, juntas, e que a “mais velha” foi quem distraiu o vendedor, solicitando informações a respeito de um ventilador. Durante a distração, segundo o gerente, a outra mulher roubou a TV e colocou debaixo de sua saia, e em seguida saiu andando como que nada houvesse acontecido.

Publicidade

O gerente disse ainda que elas entraram em um carro, e só percebeu que a televisão havia sumido após elas terem fugido da loja.

Mulheres suspeitas ainda não foram presas

Com o intuito de obter melhores resultados nas investigações e averiguar a identificação das vítimas, as imagens das câmeras de segurança do estabelecimento serão encaminhadas para análise da polícia. Por meio da perícia será possível identificar as mulheres que cometeram o delito. A polícia civil acredita que a suspeita poderia estar usando um tipo de “saiote duplo”, no momento do furto, a fim de facilitar e poder carregar a TV, e afirmou que é comum a participação de duas pessoas em furtos em lojas, pois, enquanto uma distrai, a outra comete o delito.

As mulheres suspeitas ainda não foram detidas até a manhã desta segunda-feira (07), e a Polícia continua investigando o ocorrido.