Publicidade
Publicidade

Parece até cena de novela, mas é vida real e o caso aconteceu em #Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Uma jovem de 24 anos forjou uma gravidez e conseguiu enganar o suposto pai e até a própria justiça por um ano. Victor Guerino Sedassare e Pâmela Ribeiro Serveli mantiveram um relacionamento amoroso durante 4 anos, mas terminaram no ano de 2015.

Pâmela não aceitou o fim do relacionamento e procurou o rapaz por algumas vezes depois do término, onde acabaram ficando juntos. Uns dias após a última saída, a jovem procurou o ex-namorado dizendo que estava grávida, portando inclusive um exame de gravidez [VIDEO]positivo.

A moça entrou na justiça e conseguiu com que Victor bancasse as despesas com a gravidez e parto.

Publicidade

Os pais da jovem inclusive convidaram o rapaz e sua família para assistir o nascimento da suposta filha, o que foi negado por desconfiar da real paternidade da criança.

Pâmela conseguiu manter a farsa durante um ano. Quando o rapaz falava que queria ver a filha, que recebeu o nome de Laura, a jovem falava que ia levá-la para o pai ver, mas sempre aparecia um empecilho de última hora e ela não aparecia com a criança. A mãe de Victor chegou a ir à casa de Pâmela várias vezes para ver a neta, em uma das vezes viu o berço da criança com uma boneca dentro, mas segundo os pais da mesma, a filha tinha saído com a neta, pois não queria que ninguém visse a criança.

Desconfiada da situação, Rosa Helena mãe de Victor perguntou aos vizinhos da residência sobre a criança, mas ninguém nunca tinha visto uma criança na casa.

Publicidade

Rosa então resolveu procurar o laboratório do exame de gravidez, que estava anexado no processo, e para a sua surpresa descobriu que o exame era falso.

A partir daí a família desconfiou que tudo poderia ser falso. Victor que está em tratatamento contra um câncer na coluna ficou muito abalado. A família procurou um juiz relatando a possibilidade de o exame ter sido forjado e o mesmo enviou um oficial de justiça na casa de Pâmela pedindo que a ela comparecesse ao Fórum com a criança e a certidão de nascimento.

O oficial compareceu na residência no dia 11 de julho, data em que seria comemorado o aniversário de um ano da criança. Pâmela chegou a convidar parentes, vizinhos e a família do Victor para a festa que foi contratada em um Buffet por 3 mil reais.

Dona Rosa foi à festa, que estava linda, mas não tinha criança. Pâmela disse que um oficial tinha chegado em sua casa e que assim que ele fosse embora seu pai viria para a festa com a menina. Tudo foi revelado quando uma jovem chamada Emily invadiu a festa e disse que três pessoas tinham tentado tirar sua filha de casa.

Publicidade

Rosa acredita que a intenção de Pâmela era apresentar essa criança como sua filha.

A #Polícia foi acionada e a jovem foi levada para a delegacia para prestar esclarecimentos e toda a trama foi descoberta. Victor acredita que a jovem fez isso tudo como vingança por ele ter terminado o relacionamento. Segundo o advogado da mulher, ela está internada em uma clínica psiquiátrica.

A Polícia [VIDEO] Civil agora instaurará um inquérito e a jovem responderá por falsificação de documentos e por uso indevido da justiça. A pena pode chegar a 10 anos de prisão. #falsa gravidez