Muita gente pode pensar que isso não existe, mas é uma triste verdade. Uma mulher de 24 anos fingiu a gravidez e o nascimento de uma criança por vingança do seu ex, e até conseguiu na Justiça que o pai de falso bebê pagasse as despesas da 'gravidez'. Para deixar os leitores ainda mais pasmos, o caso só foi revelado um ano depois, no dia do primeiro aniversário do bebê. Numa festa que comemoraria 1 ano da criança, a farsa foi revelada.

A Polícia Civil relatou que acaba de instaurar um inquérito para apurar a situação e, segundo o Ministério Público, a situação é muito grave e, inclusive, quer indiciar as pessoas que ajudaram a jovem a enganar o pai e a Justiça.

Publicidade
Publicidade

Segundo a defesa da farsante, ela sofre de problemas psiquiátricos.

Pai jamais viu a filha

A vítima do 'golpe da barriga' é Victor Guerino Sedassare que se relacionou com Pâmela Ribeiro Serveli, a falsa mãe, por cerca de quatro anos. O relacionamento amoroso se encerrou no ano de 2015 e os dois reataram algumas vezes neste período. Pâmela não aceitava o fim da relação e sempre tentava reatar com Victor. Logo após o último encontro dos dois, a mulher apresentou um falso exame de gravidez para o rapaz, dizendo que estava grávida e comprovando a situação.

A farsa chegou a um nível do pai ter sido convidado para o parto do bebê, mas como ele se recusava a aceitar a paternidade, declinou da proposta. Após o nascimento da menina, Victor chegou a interpelar a ex para ver a família, que mora em Ribeirão Preto, SP, mas jamais lhe foi permitido.

Publicidade

Em contrapartida, Pâmela entrou na Justiça para obrigar o ex a bancar todas as despesas com a gravidez e parto [VIDEO]. Ela ganhou o direito de pronto e Victor teve que gastar com a #falsa gravidez.

Após o parto, Pâmela chegou a publicar fotos de 'Laura', em redes sociais, mas, em quase todas, não se via o rosto do bebê. O pai era sempre evitado, não podia nem mesmo chegar perto.

Pâmela apresentou exame falso, inclusive à Justiça

A vó de 'Laura', mãe de Victor, começou a insistir em ver a neta. Dona Rosa Helena Sedassare contou ao G1 que, por várias vezes, chegou a ir a casa de Pâmela para ver a criança, e sempre era recebida com uma desculpa. Para aumentar a desconfiança, o único dia que ela pode entrar na casa da nora, se deparou com uma boneca no berço. Segundo a mãe de Pâmela, ela havia saído para não deixar que ninguém visse o bebê.

Dona Rosa então começou a interpelar os vizinhos para saber do bebê. Para sua surpresa, nenhum vizinho tinha visto qualquer bebê naquela residência.

Publicidade

Nem naquele dia, nem nunca. Rosa então pegou o exame anexado ao processo judicial e procurou o laboratório para verificar a autenticidade do documento. Em julho deste ano, porém, o laboratório disse que o exame era falso. Só então 'caiu a ficha da família': nunca houve gravidez.

Victor, o "pai", ficou perplexo. Ele, que luta tão jovem contra um câncer de coluna, teve que passar por toda a farsa concomitantemente a sua luta contra a doença. Em sua visão, tratou-se de uma vingança da ex, por não conseguir reatar o relacionamento.

Farsa revelada no dia do aniversário de Laura

A família de Victor revelou a fraude à Justiça e um oficial foi enviado para a casa de 'Laura' no dia da festa de seu suposto aniversário, no dia 11 de julho. A mãe, que gastou 3 mil com um buffet para o evento, ao se deparar com o oficial de Justiça deu outra desculpa 'maluca'. Entretanto, diante de tanta mentira, uma mulher invadiu a festa e revelou toda a farsa. A polícia foi chamada e Pâmela teve que ir à delegacia para prestar esclarecimentos. Realmente, os policiais descobriram que nunca houve um bebê.

A defesa da jovem disse que ela está internada em uma clínica psiquiátrica e que ela passa por problemas mentais. #Bizarro #falsa barriga