Infelizmente, casos de estupro coletivo acontecem mais frequentemente que muitos imaginam. Nessa terça-feira (8), por exemplo, uma ação contra uma adolescente de 17 anos acabou chocando todo o país. Ela sofreu um estupro coletivo por dois homens, que ainda fizeram questão de filmar tudo, fazendo provas contra ele mesmo. O caso aconteceu na cidade de Fortaleza, no estado do Ceará. Em depoimento dado aos policiais, a moça disse que estava desacordada quando tudo aconteceu. Ela demostra que realmente o seu sofrimento foi bárbaro e tudo o que aconteceu com ela é um horror.

Vídeo mostra estupro coletivo de jovem de 17 anos em Fortaleza, no Ceará

O estupro ocorreu no fim de semana.

Publicidade
Publicidade

A jovem explicou que havia ido a um bar e que estava conversando com dois homens. Ela estava com o copo vazio e, ao entrar no banheiro, os outros dois homens teriam colocado algo em sua bebida sem que ela soubesse. Mesmo notando o copo cheio de cerveja, a garota bebeu tudo. Quando acordou, já estava com vários policiais e bombeiros à sua volta, sem entender nada o que havia acontecido. O vídeo do horror que lhe acometeu foi compartilhado em redes sociais e ajudou a polícia na identificação dos autores do crime.

'Não me lembro de mais nada', diz vítima de estupro coletivo filmado em vídeo no Ceará

A vítima diz apenas que tinha ido ao banheiro e que não sabe o que aconteceu nesse meio tempo. Ela diz que não pode dizer se realmente colocaram algo em sua bebida, mas que tudo leva a crer que sim, mas que ela não se lembra de absolutamente nada.

Publicidade

Agora a polícia quer entender se a garota teria bebido alguma coisa. Para isso, um exame foi pedido. De qualquer forma, o vídeo mostra a menina sendo estuprada desacordada, o que por si só já é considerado estupro. Os rapazes ainda filmaram uma intimidade sem permissão.

Vídeo de abuso sexual coletivo contra menina choca o país

Os suspeitos não quiseram conversar com jornalistas. Eles seriam de Brasília e foram até o estado do Ceará de férias. Em depoimento à polícia, os jovens negam que tenham estuprado a garota. Eles dizem que ela quis sim fazer sexo a três com os homens. Em depoimento dado ao portal de notícias G1, a delegada do caso, Giselle Martins lembrou que o vídeo é a principal prova de que houve o estupro, já que a menina fingia que estava desacordada.

Polícia precisa chamar o Samu após menina não querer acordar depois de estupro coletivo em Fortaleza

A delegada lembra ainda que o Serviço de Atendimento Móvel precisou ser chamado para acordar a menina. A jovem estava realmente desacordada quando tudo aconteceu. O autor das imagens chega a filmar a própria imagem mostrando o seu rosto, facilitando assim o seu reconhecimento. #Menina estuprada #Vídeo de estupro coletivo