Publicidade
Publicidade

Neste domingo, 30 de julho, o pastor Caio Fábio relatou em seu Facebook um incidente que chamou a atenção dos internautas. Ele compartilhou em sua página que, ao sair de sua casa para deixar sua netinha na casa dos pais dela pela manhã, deparou-se com gritos e pedidos de socorro vindos de um bar à frente de sua casa, onde um senhor estava armado ameaçando os presentes. Uma cena quase típica, infelizmente, devido a tanta violência no Brasil.

Ironicamente, o bar se chama "Bar dos Inocentes", e alguns amigos do pastor estavam lá, no bairro carioca de Copacabana. Segundo ele, todos estavam gelados de medo, e o indivíduo armado pretendia atirar pelo menos contra uma pessoa, uma tragédia iminente.

Publicidade

Instintivamente, Caio olhou para o homem, que estava bem vestido e aparentava ter por volta de 55 anos, e gritou: "Que a paz esteja neste lugar!". Todos fizeram silêncio e aguardaram o desfecho daquele episódio incomum. O pastor continuou e pediu para que o homem olhasse em seu rosto e dissesse se sua face era de guerra ou de paz, fazendo-o encará-lo como se ele fosse um "alienígena", nas palavras de Caio.

Para o próprio pastor, a cena pareceu surreal: um senhor barbado, de bermuda e camisa, com as mãos para o alto, aproximando-se de um homem armado. Mas ele não se intimidou, foi em direção ao homem e o abraçou, causando ainda mais espanto.

Caio pediu que o homem guardasse sua arma, enquanto ainda o abraçava e tentava tirá-lo do local. Ao conversar com o mesmo e questionar o porquê dele ter estado prestes a cometer uma barbárie, o resultado foi o esperado: o homem havia exagerado na bebida alcoólica e acabou se descontrolando.

Publicidade

O líder do ministério Vem e Vê colocou o indivíduo do outro lado da rua e conseguiu fazer com que ele fosse embora para sua casa. Mas antes de ir, o homem virou-se para Caio e perguntou quem ele era, afinal, foi uma atitude bastante corajosa se colocar na frente de um homem com uma arma na mão, e obteve como resposta de Fábio: "Sou amigo de Jesus!".

Devido à atitude de Caio, não houve nenhum ferido no incidente. Após o ocorrido, o pastor comentou que correu para o computador para compartilhar essa experiência no mínimo histórica com seus seguidores. Depois, seguiu para cumprir sua obrigação de deixar sua netinha em casa, segura.

Nos comentários, os seguidores exaltaram a atitude do pastor. Um deles chegou a dizer que se fosse um policial despreparado não teria conseguido acalmar a situação, mas Caio havia "desarmado o homem com o verbo [A Palavra de Deus]".

O líder evangélico é famoso por suas posições mais progressistas. Ele já chegou a afirmar que quem apoia Bolsonaro nega o evangelho de Cristo. #perigo #Bolsonaro2018