Publicidade
Publicidade

Nessa semana, o crime contra a menina Agatha Nicole Silva Victorino acabou ganhando grande repercussão em todo o país. O corpo dela foi encontrado em um rio. O cadáver de Agatha, que tinha 6 anos de idade, estava em uma mala [VIDEO]. Um vídeo divulgado pela Polícia Civil do Rio de janeiro mostra o momento em que o suspeito, Alexandre da Silva Alves, mais conhecido como "maluquinho", joga o corpo da #menina em um rio. As imagens, que são assustadoras, podem ser vistas ao final da matéria.

Menina de 6 anos é morta e seu corpo é encontrado dentro de mala, no Rio de Janeiro

A menina de seis anos estava brincando em seu quintal com os irmãos, quando o "Maluquinho" apareceu.

Publicidade

Ele convenceu a menina a sair com ele. Como o homem é conhecido na região, a menina, que era doce e simpática, decidiu ir com ele. Infelizmente, ela nunca mais voltou para casa. Seu corpo foi colocado por 'Maluquinho' dentro de uma mala. A família ficou desolada, mas, infelizmente, o crime já havia acontecido e câmeras de segurança agora ajudam a provar o que o assassino teria feito.

Delegado fala sobre assassino do crime da mala: 'Ele é um cara frio e assustador'

O delegado que investiga o caso, Daniel Rosa, responsável pela Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro, definiu o 'Maluquinho' como um cara completamente frio e assustador. O suspeito, que tem 43 anos, teria estuprado a garota. Ela ainda estaria viva quando foi colocada dentro de uma mala. Em seguida, o homem jogou a menina no rio.

Publicidade

Menina que teve corpo achado em mala estava viva antes de ser jogada em rio. Assassino chegou a fazer cova na cozinha

A informação de que a garota ainda estava viva antes da mala ser jogada no córrego do Engenho Novo acabou chamando a atenção. Além disso, o delegado, que se mostrou assustado com o assassino da criança, informou que o 'Maluquinho' teria feito até mesmo uma cova na cozinha de sua casa. Ele teria confessado, por exemplo, que estrangulou a garota, a estuprou e que enterraria ela, mas como ainda não havia morrido, decidiu colocá-la em uma mala de viagem.

Assassino da menina da mala diz que teve medo que parentes sentissem cheiro do seu corpo pobre

O homem, que tem 10 filhos, entre eles quatro meninas, disse que ficou com medo de enterrar o corpo da criança na cozinha, pois os parentes dela sentiriam o cheiro do corpo dela apodrecendo na residência e poderiam tentar algo contra ele. Por isso, decidiu jogar a criança em uma mala no rio.

Para assistir ao vídeo que mostra o momento em que o homem joga a mala com a criança no link, acesse o hiperlink abaixo.

#investigação