Publicidade
Publicidade

Nesta semana, o noticiário internacional esqueceu um pouco o ditador Kim Jong-un para focar no #Furacão Irma. A grande tempestade atingiu o Caribe e os Estados Unidos, fazendo pelo menos 41 mortes. [VIDEO] Mas será que um furacão desse tipo poderia acontecer no Brasil?

Possível é, mas também é bastante improvável, já que aqui no país praticamente não existem relatos de fenômenos como esse. O que foi registrado em décadas não chega nem perto ao monstro que varreu o Caribe e parte dos Estados Unidos. [VIDEO]

Mesmo assim, um boato sobre o tema acabou se disseminando nas redes sociais. Um site divulgou que um furacão ainda pior do que o Irma varreria o litoral brasileiro e mandou praticamente o famoso "salve-se quem puder".

Publicidade

Apesar da informação sobre furacões ter sido dada diversas vezes na televisão e em grandes sites, a notícia foi compartilhada milhares de vezes e, aparentemente, muita gente caiu no conto do vigário.

É mentira! Furacão gigante não deve atingir território brasileiro

O texto falso ganhou espaço na chamada Revista NP. De acordo com o site da revista Veja, que fez uma reportagem desmentindo o suposto furacão, esse site é famoso por disseminar mentiras na web. O Irma chegou a ser catalogado como categoria 5, que é a mais forte entre os furacões. Para isso, o furacão precisa chegar a mais de 300 km/h. Isso é muita coisa.

Mesmo assim, o site que divulgou a balela envolvendo o Brasil previa algo bizarro, uma tempestade quatro vezes pior do que o Irma e que ultrapassaria 1.000 km/h. “#meteorologia prevê furacão no Brasil 4 vezes mais forte que Irma nos EUA”, era o título da fake news (notícia falsa, em português), replicada por outros sites, como o Gospel Five e o Rota da Notícia.

Publicidade

Notícia cita institutos renomados para inventar furacão devastador no Brasil

Para dar alguma credibilidade ao assunto, a notícia cita o instituto de meteorologia Imbraim (Instituto de Meteorologista Brasileiro Associado Internamente), que nem existe. Essa é uma tática comum das chamadas fake news.

No caso dessa notícia, o site em questão fala de probabilidades e até entrevista um suposto capitão, que dá dicas de como se proteger do furacão. Supostamente, entidades como os bombeiros já estariam preparadas para fazer a retirada da população das regiões mais afetadas.

Após inventar furacão, site sai do ar

A notícia falsa fez muito sucesso, tanto que o site em questão foi tirado do ar. Ao tentar acessar o endereço em questão, aparece uma mensagem dizendo que a conta foi suspensa. No Facebook, o próprio site publicou uma nota desmentindo o furacão e foi irônico ao utilizar um "graças a Deus". #FuracaoNoBrasil