Médicos do Hospital Geral Universitário, da cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso, decidiram realizar uma '#vaquinha virtual' para compra de um equipamento necessário na UTI - Unidade de Terapia Intensiva - neonatal, que será utilizada para o transporte e resgate de bebês [VIDEO].

A incubadora neonatal, que atualmente custa cerca de R$ 47 mil, se faz necessária na unidade, pois garante o transporte com segurança de vida para bebês [VIDEO]que nasceram com baixo peso, prematuros, ou em situação de risco, dentro e fora do hospital.

O aparelho, além de garantir o transporte com segurança, ainda auxilia na manutenção da temperatura adequada e no fornecimento de oxigênio.

Publicidade
Publicidade

Segundo a direção do hospital, aproximadamente 250 bebês nascem diariamente dentro do HGU e por não possuir uma incubadora neonatal, bebês prematuros correm risco de vida ao serem transportados.

Isto porque bebês prematuros são mais frágeis e apresentam fraquezas e o equipamento é essencial para que os mesmos não sofram lesões ou traumas, ou fiquem expostos a infecções e risco de hemorragia no transporte.

Além disso o hospital, por ser responsável pelo recém-nascido, tem que buscar todos os meios para realizar o transporte de forma segura e sem a incubadora os cuidados têm que ser redobrados pela equipe médica.

Com o aparelho, o bebê fica na posição correta para a locomoção, mantém a temperatura certa, evitando uma possível hipotermia e permite também que os pediatras monitorem com precisão o bebê transportado.

Publicidade

Para que funcione perfeitamente, o equipamento pode ser ligado tanto na alimentação elétrica das ambulâncias ou aeronaves que vão efetuar o transporte, quanto pode ser alimentado por baterias internas, permitindo um deslocamento seguro e sem surpresas.

Apesar da #campanha ter sido iniciada há alguns dias, até o momento foi arrecadado apenas o montante de R$ 700. A meta do hospital filantrópico é arrecadar o valor total do equipamento que é de aproximadamente R$ 47 mil, pois não contará com a ajuda de outros meios para adquiri-lo.

As doações estão sendo feitas via internet, através de um site o que realiza esse tipo de 'vaquinha virtual' e a campanha está programada para ter seu encerramento no dia 17 de outubro de 2017.

Qualquer pessoa interessada pode realizar sua doação e ajudar a garantir que os bebês recém-nascidos recebam um tratamento melhor, de mais qualidade e com segurança, quando necessitarem de transporte. #Blasting News Brasil