Publicidade
Publicidade

Conforme uma matéria publicada na segunda-feira (11) pelo portal G1, uma mulher teve que mudar de cidade após um vídeo no qual ela aparece tendo relações sexuais com dois homens ser divulgado em redes sociais. A vítima é uma jovem de 18 anos, que não teve o seu nome revelado pela #Polícia.

Segundo informações da polícia, a jovem morava na cidade de Vilhena, em Rondônia (RO). Após o vazamento das imagens indecentes [VIDEO], a vítima começou a receber piadas e julgamentos de internautas, e por causa disso, revolveu deixar a cidade e ir embora para uma outra no Mato Grosso (MT).

De acordo com a vítima, o vídeo foi gravado no mês passado, mas segundo ela, sem a sua autorização, acrescentando que não lembra de ter tido ralações sexuais com os suspeitos.

Publicidade

A polícia informou que dois acusados no crime já foram identificados pela polícia. A vítima disse que no dia do incidente, ela e alguns amigos estavam em um bar da cidade ingerindo bebidas alcoólicas. Após algumas horas, ela resolveu ir embora. No caminho para a sua residência, dois homens lhe ofereceram uma carona até a sua casa. A jovem disse que estava bêbada e sem desconfiar de nada, aceitou a carona. A garota disse que a última coisa que ela lembra é que estava em um estacionamento.

No dia seguinte, ela afirmou que acordou na sua casa e foi para o trabalho, mas estava passando mal e acabou indo para uma unidade médica. No outro dia, a vítima relata que uma amiga entrou em contato perguntando se ela estava bem, acrescentado que tinha visto fotos e vídeos dela mantendo relações com dois homens [VIDEO].

Publicidade

A jovem disse que não acreditou quando viu as fotos e os vídeos. “Minha vontade mesmo era de morrer”, disse a jovem. Após o vazamento do vídeo e das imagens, a vítima relata que começou a receber várias mensagens e solicitações de amizade em uma rede social.

Após ficar sabendo do incidente, a vítima foi até uma delegacia e registrou uma queixa contra os acusados. Em seguida, ela foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade para fazer exame de corpo de delito. A vítima disse que nem podia andar na rua e todos ficavam olhando para ela e comentando entre si. Como o caso teve uma grande repercussão na cidade onde ela morava, a jovem decidiu sair do emprego e mudou-se para uma cidade em Mato Grosso. A mulher disse que espera que a polícia encontre os suspeitos e paguem pelos seus crimes, acrescentando que não sabe se ainda volta a morar na cidade.

De acordo com a delegada Solângela Guimarães, que está à frente das investigações, um inquérito policial foi aberto e as investigações estão em andamento.

Publicidade

Conforme consta no depoimento da jovem, ela afirma que não lembra que teve relações sexuais com os acusados [VIDEO]. Solângela relatou que algumas pessoas que viram o vídeo comentaram que a vítima estava colaborando durante o ato sexual, mas relatou que algumas drogas como o ecstasy fazem com que pareça que a vítima fique ativa, mas não tem ciência do que está acontecendo. Solângela disse que as investigações estão em curso e dois acusados no crime já foram identificados. #Videos #relação íntima