O trânsito caótico das grandes cidades brasileiras deixa qualquer motorista estressado, contudo há de se ter cuidado para que um problema pequeno não se transforme em tragédia. Já basta a violência do trânsito por si só, imagina se todo motorista que ficar irritado com outro condutor resolver sair por aí fazendo justiça ao seu bel prazer? Criaríamos mais uma guerra, neste país já tão carente de segurança, concorda?

Mas, infelizmente existem motoristas que perdem a razão e são capazes inclusive de ceifar a vida daquele que por algum motivo o irritou no trânsito, e situações assim são bem mais comuns do que você pode imaginar.

Publicidade
Publicidade

Mais um caso de descontrole emocional no trânsito virou manchete nos principais jornais do país.

De acordo com o portal de notícias online 'G1', o motorista de um carro de passeio teria se irritado com alguma atitude do condutor de ônibus e, por isso, resolveu atravessar seu veículo na frente do coletivo. O que ele não imaginava era que o motorista do ônibus, em um momento de fúria [VIDEO], iria bater no carro parado a sua frente e esmagá-lo contra um poste. O caso aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (7), no bairro Grajaú, localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Violência no trânsito

Depois de uma discussão por algum motivo ainda não esclarecido, dois motoristas se envolveram em uma grande confusão por volta das 12 horas desta quinta-feira. O acidente aconteceu na Rua Canavieiras, Grajaú, e deixou os moradores da região bastante assustados.

Publicidade

Segundo as apurações feitas pela reportagem do G1, testemunhas disseram que o motorista do carro, identificado como Robson Prado, teve um desentendimento com o condutor do coletivo, que não teve seu nome divulgado. Em seguida, para impedir que o ônibus deixasse o local, Robson atravessou seu carro, marca Honda, à frente do coletivo para impedir que ele deixasse o local.

Sem pensar duas vezes, o condutor do ônibus bateu no carro, onde Robson, sua esposa e a filha do casal de 2 anos estavam, e arrastou o veículo até que ele ficasse prensado em um poste.

Felizmente a mulher e a criança não se machucaram. Robson teve um ferimento superficial na perna. A polícia foi acionada e as investigações sobre o ocorrido terão continuidade.

A Transurb, empresa responsável pelo transporte coletivo do Rio de Janeiro, informou que o motorista ficará afastado de sua função até a conclusão das investigações.

O melhor a se fazer é manter a calma no trânsito e evitar discussões desnecessárias, que podem colocar sua vida em risco. #transito #acidente de trânsito #Violência no trânsito