O Brasil ficou chocado com o trágico ‘acidente’ que levou a vida de três pessoas. Aparentemente era ‘apenas’ mais um acidente com vítimas fatais, entretanto, de acordo com as investigações a respeito da queda desse Escort [VIDEO], os indícios são de que o motorista, teve a intenção de matar os filhos.

É o Delegado Jackson Guasseli Pessoa que está comandando essa investigação. Ele relatou que a mulher do motorista e mãe das crianças revelou que no último sábado, 9 de setembro, ela e seu esposo tiveram um pequeno desentendimento, porém, não revelou todos os detalhes dessa ‘briga’.

O motorista que dirigia o veículo Escort, se chamava Rafael Mattei Estevão e tinha 27 anos de idade. [VIDEO]As duas crianças que estavam com ele, eram filhos dele.

Publicidade
Publicidade

Romeu, com 2 anos e Rômulo, de apenas 4 anos. O veículo caiu a 100 metros e nenhum dos três ocupantes do carro sobreviveram.

O delegado afirmou que as investigações apontam que a real intenção de Rafael era realmente fazer com que os próprios filhos morressem e cometer suicídio. Jackson ainda ressaltou que embora as investigações apontem para essa conclusão, ele e sua equipe deseja entender o real motivo para que Rafael tivesse tomado essa atitude extrema. Além disso, ele também busca entender por qual motivo ele escolheu aquele local para deixar o carro ‘cair’.

O pai de Rafael conversou com o delegado Jackson e revelou para ele que no relacionamento de seu filho com a atual esposa, existiam alguns problemas conjugais. De acordo com o pai do motorista, Rafael tinha muitos ciúmes de sua mulher.

Publicidade

A mulher também confirmou essas informações.

Segundo informações da #Polícia Civil, a mulher contou que depois da ‘briga’ que eles tiveram na manhã do último sábado, ela seguiu sua rotina normalmente e foi para o seu trabalho que fica em Orleans, no Sul do estado. Os filhos estavam com a avó materna, foi então que Rafael apareceu e buscou as crianças, pois, elas tinham que ir a um aniversário. Entretanto, as crianças não chegaram a ir nessa festa.

Solitário, mas um pai amoroso

O delegado analisou o perfil que Rafael mantinha no Facebook e chegou à conclusão de que as postagens feitas pelo rapaz indicavam que ele era uma pessoa ‘solitária’. Depois de analisar as postagens ele concluiu que não existe nenhum indicativo de que Rafael Mattei Estevão seria um pai ausente.

Nas redes sociais ele era sempre elogiado como um bom pai.

Perícia

Rafael não deixou nenhum bilhete, por esse motivo a polícia vai usar o celular dele para tentar encontrar respostas que ajudem a elucidar esse caso.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo. #ciumes #penhasco