Publicidade
Publicidade

Uma professora de catecismo foi brutalmente assassinada [VIDEO]dentro da igreja, enquanto ministrava aula para adultos na capela católica do município de Estância Velha, no Rio Grande do Sul. O crime aconteceu nesta quinta-feira à noite (31). A vítima era aposentada e dava aula para adultos da região de maneira voluntária no seu tempo livre.

Elaine tinha 51 anos e já tinha se aposentado como pedagoga

A professora era conhecida na região e tinha se aposentado da profissão de pedagoga, além de ter sido diretora de uma escola de Ensino Infantil da rede pública do estado.

Elaine Maria Tretto, de 51 anos, não tinha inimigos declarados e dava aulas de ensino bíblico para jovens e adultos do bairro Nova Estância em Estância Velha.

Publicidade

O crime aconteceu dentro da capela da cidade por um homem que usava capacete para esconder o rosto

Após ouvir relatos de testemunhas o delegado que comanda a investigação do assassinato, Luís Fernando da Silva, disse, em nota oficial, que um homem chegou na sala de aula reservada aos alunos dentro da capela, anunciando um assalto.

Ele usava um capacete com uma viseira preta para esconder a identidade. Imediatamente, o acusado levou a professora até o banheiro, onde a enforcou até a morte. Na sequência, ele ainda algemou e amordaçou três alunas que estavam na sala com Elaine durante a aula.

Segundo o delegado o crime aconteceu por volta das 19h30. A policia só conseguiu chegar ao local depois que as três alunas, mesmo amordaçadas, conseguiram gritar chamando a atenção dos vizinhos da igreja, que ligaram para a Polícia Militar.

Publicidade

O município tem cerca de 50 mil habitantes e todos da cidade ficaram consternados com o crime brutal.

O delegado responsável, não descartou nenhuma hipótese para o assassinato

De acordo com o delegado Luís Fernando da Silva, as investigações estão em sigilo. As alunas foram ouvidas e o motivo para o crime ainda não foi revelado, mas testemunhas disseram que ao chegar no local o criminoso teria dito que a professora teria feito mal ao seu irmão.

A polícia não descarta nenhuma hipótese e busca o assassino que teria fugido no carro de Elaine. A Capela Nossa Senhora Auxiliadora foi interditada para que peritos investiguem rastros do suspeito.

A mulher foi agredida e morta por enforcamento. Sobre o corpo dela foram deixados vários panfletos de um serviço de denúncia que a catequista ajudava a divulgar. Não se sabe qual a relação dos papéis com a morte. Elaine também teve as mãos e os pés amarrados com uma fita. #Assassinato Professora #Elaine Maria Tretto Morta #Professo catecismo morta