Publicidade
Publicidade

Cada vez está mais comum tragédias acontecerem no país envolvendo crianças e adolescentes. No último dia cinco de outubro o Brasil parou ao saber do caso de crianças [VIDEO] que foram incendiadas vivas dentro de uma creche em Janaúba, em Minas Gerais. Em menos de um mês outro #Ataque aconteceu em uma instituição, e dessa vez foi em um colégio particular em Goiânia, capital de Goiás. Um jovem de 14 anos entrou em sala de aula portando uma arma de fogo e atirou, indiscriminadamente, contra diversos alunos, resultando na morte de dois deles, e outros quatro feridos que seguem internados, sendo três deles em estado grave. Segundo entrevista com uma aluna da #Escola, o jovem já apresentava comportamento agressivo que intimidava as crianças que tentavam se aproximar do adolescente.

Publicidade

Jovem era agressivo e poderia ter matado qualquer um que entrasse no seu caminho

Em depoimento emocionante a adolescente disse que sua família recebeu ameaças do adolescente, que disse que iria matar a mãe da jovem de 14 anos que preferiu não se identificar. A jovem era amiga do adolescente que cometeu o crime no Colégio Goyazes, mas decidiu se afastar do menino após sofrer uma ameaça que poderia resultar na morte de sua mãe. Esse depoimento serve para reforçar que o perfil violento do adolescente acrescido com a facilidade de acesso a uma arma de fogo podem ser a verdadeira causa para a tragédia que aconteceu em Goiânia - GO, e não o bullying que ele sofria pelos seus amigos por conta de seu mau cheiro.

Menina se afastou dele após ameaças de morte contra a sua família

A menina disse que preferiu se afastar do adolescente após perceber o seu comportamento violento.

Publicidade

Segundo ela, o jovem assassino teria ameaçado matar a sua mãe por um motivo considerado torpe. O jovem decidiu ameaçar matar a mãe de sua amiga de escola bem antes de ter atirado contra os alunos do colégio Goyazes. A adolescente abalada disse que a ameaça aconteceu após ela não responder a uma questão de forma correta sobre uma matéria que era ensinada dentro da sala de aula. O menino teria feito a pergunta à jovem e disse que mataria a mãe dela por ela não saber a resposta correta para a pergunta feita por ele.

Menino queria matar a mãe de uma de suas amigas no colégio Goyazes

A adolescente ainda disse que os dois eram bem próximos no início do ano letivo de 2017, sendo ela uma das poucas amigas do adolescente na escola. A menina contou que depois da ameaça resolveu se afastar do jovem, com medo de que ele pudesse matar [VIDEO] a sua mãe. Assustada com tudo que aconteceu, a menina disse que não perdeu o contato totalmente com o jovem, mas que começou a se afastar aos poucos temendo pela vida de seus familiares. #goiania