Publicidade
Publicidade

Todos os dias é noticiado nos sites e jornais do país pessoas que foram presas por matar ou tentar matar uma outra pessoa. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil registra uma taxa de 32,4 homicídios para cada 100 mil pessoas, número esse que se aproxima muito a alguns países, como a África do Sul. A grande maioria das pessoas envolvidas nesse tipo de crime são homens. Então, quando é noticiado que uma mulher matou um homem, a repercussão acaba sendo bem maior do que o esperado.

Um caso desses aconteceu na madrugada dessa segunda-feira (30) em Várzea Paulista, interior de São Paulo. Uma mulher chamada Estela Muller Silva matou o marido Damião Cícero da Silva com golpes de faca e marreta.

Publicidade

Além de ser uma triste história de assassinato, outro fator que chamou a atenção dos internautas é a idade das pessoas envolvidas. A mulher de 76 anos de idade e o marido tinha 80 anos. O casal vivia junto há 20 anos.

Pelo que se sabe até o momento, Estela aproveitou que o marido estava dormindo, pegou uma faca e o feriu várias vezes. Em seguida, ela pegou uma marreta e deu vários golpes no homem [VIDEO]. A Polícia Civil já indiciou a mulher por homicídio e ela deverá ser encaminhada para o presídio feminino da cidade.

Ainda não se sabe o que teria motivado Estela a cometer o crime. Segundo os familiares, o casal tinham um #Casamento tranquilo e que não apresentava passar por um momento de crise.

O filho da vítima contou que recebeu uma ligação da madrasta avisando que havia matado o marido.

Publicidade

Ele, então, ligou para a polícia, que chegou ao local e encontrou o homem quase sem vida [VIDEO]. O idoso foi encaminhado para o hospital de Várzea Paulista, mas acabou não resistindo aos ferimentos e #morreu minutos depois.

A mulher também teve que ser encaminhada para o pronto socorro. Após tirar a vida do marido, ela tentou se suicidar fazendo um grande corte na cabeça. Ela foi levada para o hospital de Jundiaí e aguarda alta médica.

Assim que ela melhorar dos ferimentos, ela será encaminhada para a cadeia. Segundo informações da polícia, a senhora poderá ser encaminhada ao presídio feminino até que se esclareçam os motivos do crime. A polícia já esteve no hospital para pegar o depoimento de Estela. No entanto, os policiais disseram que ela está em estado de choque e que não conseguiu responder as perguntas.

Familiares e amigos da vítima estão desolados com o acontecido. Muitos disseram não acreditar na barbaridade do crime e muito menos que foi a própria esposa que o cometeu. #Idosos