Publicidade
Publicidade

Na última semana um vídeo acabou viralizando no Facebook e muitos internautas ficaram chocados com tudo aquilo que viram. Uma senhora sofre algumas agressões físicas vindas de um rapaz. No vídeo é fácil identificar que ela leva tapas e beliscões. A gravação foi feita por uma mulher que estava dentro do carro e percebeu que a idosa estava sendo agredida em uma praça pública.

Muitas pessoas começaram a tentar deduzir algumas teorias que envolviam o homem e a idosa. Algumas pessoas acharam que o rapaz era filho da mulher, ele inclusive foi confundido com outro homem que acabou sendo filmado por uma pessoa da própria família agredindo a sua própria mãe, no entanto nesse caso o castigo chegou rápido e ele acabou sendo preso, porém uma revelação foi feita pela polícia, a idosa que aparece sendo agredida pelo rapaz na verdade é sua esposa e ambos tem um relacionamento há mais de 50 anos.

Publicidade

O rapaz que agrediu a mulher é responsável por ela, pois a mesma sofre de Alzheimer há cerca de oito anos.

Na filmagem, o rapaz aparenta ter em torno de 50 anos, no entanto ele possui 72 enquanto a senhora está com 70. Os dois convivam na mesma casa até ele ser flagrado em praça pública agredindo a sua esposa.

Vídeo viralizou rapidamente pela web

Esse caso arrepiante acabou acontecendo na última quinta-feira (26) em uma cidade de São Paulo. O vídeo contém cerca de 8 minutos. Nele pode-se perceber que a idosa fica inquieta e demonstra grande aflição. A mulher que filmou de dentro do carro o vídeo chegou a chamar a polícia no local, no entanto os policias chegaram tarde e o casal já tinha ido embora. O casal tem duas filhas, fruto da relação entre eles, os policiais foram até a vizinhança do casal e os vizinhos disseram que jamais tinham visto o homem agredindo a sua própria mulher.

Publicidade

A idosa e seu marido chegaram a comparecer à delegacia no mesmo dia em que o vídeo foi gravado.

Idosa foi encaminhada para fazer exames de corpo de delito

Alguns exames acabaram sendo feitos para ver se detectavam alguma agressão, no entanto nenhum hematoma foi identificado para que servisse como prova dos maus tratos que a idosa estava sofrendo de seu marido [VIDEO].

Até o momento a única prova de que a idosa sofria maus tratos é o vídeo que foi filmado em praça pública. A delegada responsável pelo caso já pediu à Justiça que o idoso tenha sua prisão preventiva decretada, além de exigir uma medida protetiva para a idosa. O seu marido foi proibido de chegar perto dela.

Prisão preventiva é negada pela Justiça e o agressor continua sendo, de forma oficial, o cuidador da idosa

A Justiça negou a prisão preventiva que foi pedida pela responsável pelo caso, no entanto solicitou uma medida protetiva que faz com que o casal não divida a mesma casa. Depois de viver momentos de terror, a idosa foi levada para morar com uma de suas filhas.

Logo abaixo o leitor poderá ver os momentos de aflição [VIDEO] que a idosa passou nas mãos de seu marido:

#Violência doméstica #Caso de polícia #crime contra mulher