Publicidade
Publicidade

O Brasil inteiro parou nesta última quinta-feira (05) diante da chocante notícia de que um homem colocou fogo em várias crianças que estavam em uma creche, na cidade de Janaúba [VIDEO], que fica no norte de Minas Gerais. Em um primeiro instante, ninguém entendeu nada do que estava acontecendo e aos poucos as notícias iam confirmando o que é uma das maiores barbáries dos últimos anos em nosso país.

Damião Soares dos Santos é o nome do vigia que colocou fogo nas crianças e também em seu próprio corpo. Ele tinha 50 anos e chegou a ser socorrido com vida, mas acabou não resistindo aos ferimentos. Quatro crianças morreram com o ataque e dezenas foram para o hospital.

Publicidade

Hoje foi confirmada a morte de mais uma criança que estava internada, subindo para cinco, o número de vítimas neste ataque cruel.

Havia mais de 70 crianças na creche e cerca de 17 funcionários. Damião entrou no local, jogou álcool nas crianças, depois jogou em seu corpo e ateou fogo em todos. Todos se desesperaram e tentaram de alguma forma ajudar aqueles pequeninos que em chama gritavam por socorro.

As quatro crianças que morreram tinham 4 anos de idade [VIDEO], são elas: Ana Clara Ferreira Silva, Juan Pablo Cruz dos Santos, Luiz Davi Carlos Rodrigues e Juan Miguel Soares Silva.

O Corpo de Bombeiros informou que esta quinta criança estava sendo levada para Montes Claros, mas acabou falecendo. Renan Nicolas dos Santos Silva tinha queimaduras por quase todo corpo e com apenas 4 anos, se tornou mais uma vítima fatal deste #crime bárbaro.

Publicidade

O vídeo abaixo mostra como a creche ficou completamente destruída. Os móveis, paredes, teto, tudo ficou queimado, pois o fogo acabou se alastrando para outra sala, destruindo cadernos e brinquedos que eram usados pelas crianças. Como o teto era de PVC, o fogo se alastrou com mais intensidade ainda, assista:

O vídeo abaixo mostra o início da tragédia, quando as equipes de resgate estavam chegando ao local e as pessoas desesperadas tentavam entender o que tinha acontecido:

O Hospital João XXIII, especializado em atender pessoas com queimaduras, recebeu muitas das crianças que estavam em estado grave.

Uma professora também morreu no ataque à creche de #Janaúba. Testemunhas disseram que ela tentou ajudar as crianças, mas acabou sendo atingida pelo fogo e não resistiu às queimaduras.

A professora que morreu queimada tinha 43 anos. Helley Abreu Batista teve 90% do corpo queimado e chegou a ser internada, mas acabou morrendo. Mais de 20 pessoas ainda estão internadas, sendo que a grande maioria são crianças.

Publicidade

O autor do ataque à creche de Janaúba ficou de férias de julho a agosto, retornado ao trabalho no mês passado. Damião Soares chegou a relatar que estava com alguns problemas de saúde e por isso foi afastado. Testemunhas contaram que ele foi até a creche para levar um atestado médico, por isso ninguém suspeitou de nada. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu cerca de 3 horas depois. Ninguém sabe, até o momento, o que teria motivado o vigia a cometer um crime tão bárbaro. #massacre