Publicidade
Publicidade

O assassino praticamente confessou em vídeo a morte e o abuso da menina #Thayná Andressa de Jesus, de apenas 12 anos, que estava desaparecida desde o dia 17 de outubro, do bairro Universal, município de Viana, no Espírito Santo. Ao menos, segundo a mãe da vítima, em vídeo, o assassino teria revelado seu crime. #Ademir Lúcio Ferreira foi preso na madrugada desta segunda-feira (13), em Porto Alegre, no Rio Grande de Sul bem longe do local do crime.

O acusado chegou a revoltar a família com uma afirmação bizarra sobre a morte da menina, mas que serviu para a mãe como uma confissão do crime. Segundo o delegado que cuida do caso, José Lopes, o suspeito deu depoimento de 3 horas e que terminou na última hora dessa segunda.

Publicidade

Entre as afirmações que o homem fez e que chegou a assustar até os policiais civis que o interrogaram é que ele não precisa de armas, que usa a mente [VIDEO].

Ademir Lúcio Ferreira, suspeito de matar a menina Thayná, diz que foi seduzido

Os investigadores disseram ao site de notícias G1 que o suspeito tinha sempre uma resposta na ponta da língua para tudo que lhe era perguntado. Ele demonstrou uma criatividade acima da média, mas que pode ser avaliada como frieza e sordidez sem limites, de acordo com os investigadores.

Ele chegou a afirmar, inicialmente, que foi seduzido pela menina de apenas 12 anos e que depois disto ela tentou fugir, sofreu um acidente e que morreu. Ele, desesperado, acabou fugindo para não ser preso. [VIDEO]

Em um vídeo, Ademir deu mais detalhes. Ele afirmou que parou o carro e a menina se ofereceu para uma carona.

Publicidade

Aproveitando da menina, ele ofereceu R$ 50,00 para ter relações sexuais com Thayná. Assustada, ela teria aberto a porta do carro e saído correndo, caindo em um lago, se afogando e morrendo. Para a polícia, a história é fantasiosa e completamente descabida. Ainda disseram que este é o pior tipo de pedófilo que existe.

Suspeito é preso em Porto Alegre

Preso a quase 2.000 km do local do crime, Ademir foi encaminhado durante a noite para o Espírito Santo. Depois do exame de corpo de delito, o acusado foi transferido para o Centro de Detenção Provisória de Viana. No local, ele será detido junto com presos que cometeram outros crimes sexuais.

Em Porto Alegre, onde Ademir foi detido, a polícia fez um vídeo com ele, onde revelou ter oferecido dinheiro por sexo e a menina não aceitou [VIDEO], fugiu e morreu. Uma ossada foi encontrada e o exame de DNA vai revelar se é de Thayná. Porém, pelas características e local onde foi encontrada, tudo indica ser mesmo da vítima. Esse não teria sido o único crime do homem. Ele é suspeito de estuprar uma menina de 11 anos no mesmo bairro. Ele também têm 22 passagens pela polícia do Rio Grande do Sul. #Pedofilo