Publicidade
Publicidade

Uma cena tem chocado o povo brasileiro que ficou sabendo da notícia. Um homem estava fazendo compras em uma grande farmácia, no município de Campo Limpo Paulista, região da Grande Jundiaí, no interior de São Paulo, quando percebeu uma movimentação anormal de dois homens que se aproximavam do local. O homem estava com seu filho no colo e era um policial militar que estava de folga e executando atividades normais de sua rotina familiar. Sua esposa também estava no recinto. Por ser policial militar, o homem costuma andar armado e acabou sendo útil na ocasião.

O homem é o sargento Rafael Souza que atua pelo 49º Batalhão Metropolitano da Capital e estava no local, no sábado, 18, com seu filho e esposa para comprar medicamentos e o leite da criança.

Publicidade

Era final da tarde de sábado e o filho estava nos braços do pai.

Rafael então, percebe que os dois homens suspeitos (que estavam com arma em punho e com capuzes) abordam o caixa e fazem o anúncio do assalto. Naquele momento e em uma ação de 25 segundos, toda registrada pelas câmeras de segurança, o homem decide sacar sua arma e defender o estabelecimento e sua família. Ele atira contra os bandidos e mata os dois.

Testemunhas confirmam que o assaltante identificou o homem como policial e apontou a arma para Rafael

Enquanto o balconista fazia o atendimento à mulher de Rafael, os dois assaltantes anunciaram o assalto [VIDEO]. Segundo testemunhas, um dos suspeitos, Jefferson Alves, de 24 anos, chegou a apontar a arma para o policial, pois teria o identificado como policial. O homem morto era morador de Campo Limpo.

Publicidade

Neste momento, o policial é mais rápido que o bandido e mesmo com seu filho de apenas dois anos no colo. Mantendo-o em seu braço esquerdo, consegue atingir os bandidos e, por sorte, nem seu filho e nem ele, sofreram qualquer tipo de lesão.

Após os disparos, a mãe do garoto correu abaixada entre as gôndolas e pediu que o marido lhe deixasse o filho para fazer uma averiguação da cena. Tudo foi registrado pelas câmeras. [VIDEO]

Ainda houve pedido de socorro para os bandidos e uma equipe médica da prefeitura local chegou a comparecer à farmácia, mas eles já estavam mortos. As armas dos bandidos foram apreendidas por investigadores da Polícia Civil, além das imagens das câmeras de segurança e cápsulas deflagradas na cena do evento.

A PM disse que Rafael passará por uma avaliação e acompanhamento psicológico antes de retornar às suas atividades [VIDEO].

O caso está sendo investigado pela delegacia da cidade. #Crimes #policial com filho no colo #crime em farmácia