Publicidade
Publicidade

Quando fatalidades acontecem e parecem que não têm uma explicação, fazem com que muitas pessoas se revoltem diante da falta de respostas para algum tipo de caso solucionado. Em alguns casos, isso até acontece, mas nem sempre a justificativa apresentada faz com que muitas pessoas acreditem que aquilo seja mesmo a verdade sobre os fatos.

Isso acontece em alguns crimes e casos em que pode ter acontecido uma omissão do poder público, e, infelizmente, esses casos são mais frequentes do que deveriam ser, mostrando que muitas pessoas ainda são vítimas de negligência e de falta de atendimento adequado. O Brasil possui uma saúde deficitária que faz milhares de vítimas todos os anos, por mais que o crescimento de investimentos na área tenha acontecido nos últimos anos, a saúde ainda é uma calamidade pública em diversos lugares espalhados em todo o país.

Publicidade

A morte misteriosa de uma grávida no interior de São Paulo está indignando a população de São Roque - SP.

Gestante sentia dores fortes na barriga e chegou a ser atendida pelo médico plantonista

A jovem chegou à Santa Casa da cidade com fortes dores estomacais e precisou de cuidados médicos. Bruna Stephania Pires tinha apenas 28 anos e estava grávida e nas últimas semanas de sua gestação. A jovem estava sentindo muitas dores e foi internada na última sexta-feira (10), na Santa Casa.

Bruna foi liberada após uma lavagem estomacal e o exame de toque feito pelo profissional

No local estava um médico plantonista que realizou o atendimento da #gestante, que sentia fortes dores na barriga. O médico fez exame de toque na jovem para saber se ela estava prestes a ter a criança, mas o homem decidiu liberar Bruna após constatar que ela não teria o bebê naquele momento.

Publicidade

Para aliviar a cólica da jovem, o médico fez uma lavagem estomacal para que ela se sentisse melhor e pudesse ir para a casa sem dores.

Jovem dormiu e depois acordou com dores e com a boca ‘espumando’

Bruna chegou em casa e adormeceu, mas pela madrugada a dor atacou novamente a jovem grávida, que foi atendida por seu companheiro que estava dormindo ao seu lado. A jovem estava ‘espumando’ pela boca e reclamava de dores fortes na barriga [VIDEO], de acordo com o boletim de ocorrência registrado pela família da gestante.

Gestante e bebê morreram após ela sofrer com doença rara e mortal

O companheiro de Bruna acionou o socorro médico que orientou ele a fazer massagem cardíaca na jovem, que a esta altura já estava desacordada. Quando o socorro chegou, Bruna foi levada até a Santa Casa, mas nem ela e o bebê resistiram e morreram. [VIDEO]Em nota, a Santa Casa informou que a paciente morreu após ter um AAA (aneurisma da aorta abdominal) que é fatal em 90% dos casos. #Famosos #Maternidade