Publicidade
Publicidade

Centenas de mulheres são vítimas fatais todos os anos de #Crimes qualificados como #Feminicídio, cometidos por seus companheiros [VIDEO], em que o gênero feminino da vítima é levado em conta. A cada notícia sobre casos envolvendo mulheres brutalmente assassinadas por pessoas com quem elas têm ou tiveram alguma relação emocional mais cresce o sentimento de indignação na população, que condena totalmente os criminosos que assassinam mulheres inocentes, vítimas de homens agressivos.

Muitas histórias trazem requintes de crueldade, e o medo de separarem de seus companheiros faz com que muitas mulheres temam pelas suas vidas.

Publicidade

Alguns homens não aceitam o fim da relação e acabam cometendo crimes contra as suas ex-companheiras, depois de um término conturbado entre eles.

Feminicídio registra mais uma mulher que perdeu a vida após ser atacada pelo seu ex-namorado

Mais uma mulher entrou para essa lista de feminicídios registrados no país [VIDEO], e por pouco a sua amiga também não perdeu a vida. A estudante Elisabete Pinto de Oliveira, de 33 anos, e uma amiga de 43 anos, foram atacadas pelo garçom José Francimildo de Araújo, de 41 anos. As duas estavam em um ponto de ônibus no momento em que o ex-companheiro de uma delas chegou com uma faca e atacou as mulheres. O homem matou a sua ex-namorada com facadas e feriu a amiga dela que esperava pelo transporte público no local em que o crime aconteceu, na última terça-feira (7).

Publicidade

O caso foi registrado por vídeos feitos por pessoas que passavam pelo local, que fica na zona Leste de São Paulo.

Mulher ficou no chão e criminoso acabou sendo agredido por populares que passavam no local

As imagens fortes mostram o desespero das vítimas e também a indignação da população que presenciou o crime. Elisabete estava no chão enquanto a outra gritava para alguém deter o homem, até que outra pessoa aparece na cena e agride o criminoso. O vídeo foi compartilhado massivamente no WhatsApp por diversas pessoas e algumas imagens estão borradas para devido à gravidade dos fatos.

Homem morreu depois de matar sua ex-namorada e ferir outra mulher em São Paulo

Para o criminoso sobrou a morte também como resultado de seu ataque, pois a população indignada atacou o criminoso no mesmo local em que ele matou a sua ex-namorada. O homem foi linchado pela população por alguns homens que passavam pelo local. O vídeo também mostra o homem desacordado no chão sendo agredido por várias pessoas, que resolveram fazer ‘justiça com as próprias mãos’. Embora o sentimento de revolta diante do caso seja enorme, o recomendado é que ele deveria pagar pelo seu crime, e não ser punido perdendo a vida também como aconteceu com o criminoso.

#crime bárbaro