Publicidade
Publicidade

Um fato inusitado e muito triste aconteceu na segunda maior cidade da Paraíba, Campina Grande. Uma mulher de nome #Regilane Lacerda amamentava seu filho quando algo terrível aconteceu e acabou mudando de vez a história desta linda família.

Por mais que um acidente doméstico possa ser fatal, poucos imaginam o risco de se cair, por exemplo, de uma cama e poder acontecer algo fatal. Pode-se imaginar e entender a potencialidade de um risco de algo pior se a exposição se torna mais arriscada, como trocar um conjunto de telhas sobre a casa, trocar uma lâmpada numa altura mais elevada, bater a cabeça na borda de uma piscina ou algo parecido.

Publicidade

Mas certamente você nunca imaginou que sua própria cama poderia ser fatal. Claro que com o conforto das cama-box, que se tornaram mais elevadas, uma criança cair de cabeça, poderia até se entender, mas um adulto ser vitimado por um queda da cama, certamente você nunca imaginaria. E infelizmente foi o que aconteceu neste caso. Um descuido daqueles que poderia ser mais um, corriqueiro, acabou vitimando uma mãe e trazendo sequelas definitivas para o marido e principalmente para uma bebê de apenas dois meses de vida.

Mulher que amamentava filha de dois meses cai da cama e tragédia acontece

Regilane Lacerda, 31, esperou muito pela primeira filha de casal. A menina linda da foto da matéria nasceu há cerca de dois meses em Campina Grande, região do Agreste paraibano [VIDEO] e foi muito comemorada.

Publicidade

Ela crescia muito sadia e sempre amamentava regularmente.

Entretanto em uma dessas amamentações, a professora alimentava sua filha deitada em sua cama, como fazia normalmente. Entretanto, por causas ainda não consistentes, nesta terça-feira, 7, e caiu de onde estava deitada sonolenta. Ele acabou com um coágulo na cabeça e não resistiu ao ferimento, morrendo logo depois.

A perícia preliminar acredita que Regilane teve um mal súbito [VIDEO], ou uma queda brusca de pressão e este tenha sido o motivo da queda fatal.

Ela ainda foi socorrida e levada para o hospital, mas por conta do coágulo e várias paradas cardíacas, ela não resistiu e faleceu.

O bebê não caiu da cama, e passa bem, apesar de agora depender de banco de leite para se amamentar.

Regilane era professora e não apresentava problemas de saúde pré-existentes

Segundo o viúvo, Regilane não tinha nenhum problema de saúde conhecido [VIDEO]. Ela era professora da rede municipal da Prefeitura de Alagoa Grande e deixou a filha e o marido.

A morte trágica comoveu parentes, amigos e conhecidos. #acidente fatal #mãe amamentando