Publicidade
Publicidade

Algumas tragédias que acontecem na vida não são fáceis de serem superadas. [VIDEO] Nesta semana, a morte de um policial militar na Bahia, por exemplo, teve grandes proporções.

O soldado Carlos Geovane, de 23 anos de idade, decidiu tirar a própria vida e, não demorou muito, mais informações a respeito do caso ganharam a mídia. Geovane adorava a corporação, mas, na segunda-feira (30), acabou dando um tiro na cabeça e cometeu suicídio. A ação chamou a atenção de todos. [VIDEO]

Tragédia envolvendo policial militar expõe necessidade de discutir a depressão

O soldado estava em uma avenida de Ilhéus, na Bahia, quando decidiu tomar a medida.

Publicidade

Muitas pessoas passavam na região e não entenderam o que ocorreu para que o policial tomasse a triste decisão, que poderia ser contornada, caso ele tivesse o auxílio de pessoal especializado.

Ao que se sabe, o rapaz teria enfrentado um problema amoroso. Ele não estava gostando de algo que sua namorada fez e, a partir daí, começou a entrar em parafuso. A situação foi ficando bastante conflituosa, até que ele tomou a decisão de tirar a própria vida.

Amigos revelam que soldado estava em depressão há meses

Pessoas que tinham ligação com o soldado revelaram que ele não passava um bom momento. Pelo contrário, o soldado estaria enfrentando um desequilíbrio emocional há vários meses e esse tipo de situação acabou chamando a atenção de todos.

Foi então que o profissional da Polícia Militar decidiu tirar a própria vida, chamando a atenção da região.

Publicidade

Muitas pessoas não queriam acreditar na triste informação, que rapidamente ganhou os meios de comunicação locais.

PM passa por situação difícil e acaba cometendo a própria morte; carta de despedida aparece

Através do Facebook, o soldado dá detalhes sobre como tudo teria ocorrido. Ele fala em Deus e diz que tentou de tudo para que não chegasse a esse ponto.

“Eu tentei, fui para cima dos meus problemas de toda a minha força, porém, mesmo assim, o Senhor não me ajudou. Pelo contrário, eu só tive mais problemas...”, escreveu ele na rede social.

No Brasil, contra pensamentos suicidas existe o trabalho do Centro de Valorização da Vida (CVV). Para entrar em contato, basta ligar gratuitamente para o telefone 141. A ligação pode ser feita de qualquer lugar do país. A entidade ajuda muitas pessoas.

E você, o que pensa a respeito do assunto? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes. #Policial comete o suicídio #É Manchete!