Publicidade
Publicidade

Trabalhar com informação nem sempre é fácil. Muitas vezes, jornalistas acabam se metendo em grandes confusões. [VIDEO] Recentemente, três profissionais da TV Globo pagaram caro devido à sua astúcia em mostrar a verdade para a população, como mostra uma reportagem publicada nesta quarta-feira (6), pelo site TV Foco. De acordo com informações do jornalista Ricco [VIDEO], tudo teria acontecido no momento em que os repórteres estavam gravando uma matéria. A situação ficou bastante tensa e levou o medo para essas pessoas, que apenas estavam tentando fazer o seu trabalho.

Repórteres da Globo são alvo de sequestro relâmpago na cidade de São Paulo

Os jornalistas acabaram sendo vítimas da violência enquanto estavam realizando o seu trabalho.

Publicidade

Apesar do crime ter acontecido na semana passada, ele apenas foi revelado agora e os detalhes realmente assustaram aqueles que acompanhavam tudo. O sequestro relâmpago acendeu o alerta vermelho na Globo. Tudo aconteceu à noite, quando os contratados da emissora gravavam na Zona Sul da capital de São Paulo. Eles estavam fazendo um importante trabalho, quando tudo aconteceu.

Três jornalistas da Globo foram vítimas da violência na cidade de São Paulo

Os dados aterrorizantes foram narrados foram narrados pelo jornalista Flávio Ricco, que deu detalhes da tensa noite. Segundo se sabe, os profissionais acabaram passando o sufoco com os assaltantes, que os obrigaram a irem em caixas da região, sacando o seu dinheiro. Os pertences dos profissionais foram levados pelos bandidos. Eles ficaram sem itens como celulares e bolsas.

Publicidade

A assessoria da TV Globo foi indagada pelo repórter do UOL, mas teria dito que não se pronunciaria a respeito de tudo o que acontecia.

Arrastão na porta do Projac, no Rio de Janeiro, também assustou funcionários da Globo

Não é a primeira vez que eventos criminosos abalam os bastidores da TV Globo. Em setembro, por exemplo, um grupo de funcionários acabou sendo assaltado na porta do canal, no Rio de Janeiro. A empreitada acabou gerando pânico em quem acompanhava a situação. Muita gente não ficou feliz naquilo que era visto. O crime ganhou destaque na coluna de outro jornalista, o fofoqueiro Leo Dias, do jornal 'O Dia' e do 'Fofocalizando', do SBT.

Os bandidos portavam fuzis e não tiveram pena de “tocar o terror”. Um dos funcionários foi obrigado a retirar o tênis e dar para os bandidos. Eles apenas queriam pegar o ônibus para ir para casa. #Globo em crime #É Manchete!